Prefeitura vai inaugurar Centro de Convivência do Idoso

Com uma população de aproximadamente 11,5% de idosos com mais de 60 anos, Ipeúna vai ganhar um Centro de Convivência do Idoso (CCI). A obra, que é uma parceria da Prefeitura de Ipeúna e da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, por meio do Programa São Paulo Amigo do Idoso, será entregue na próxima sexta-feira (05), às 14h30, pelo prefeito José Antonio de Campos durante cerimônia com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Social Floriano Pesaro e de Maria Aparecida Ribeiro Germek, coordenadora da Divisão Regional de Assistência Social (Drads), em Piracicaba.

Para o prefeito José Antonio de Campos, a iniciativa vem ao encontro dos objetivos da atual administração municipal de ampliar as ações para a melhoria da qualidade de vida da população idosa da cidade. “Precisamos realmente de iniciativas que contemplem o bem-estar desta faixa etária, pois é uma parcela da população que muito contribuiu para o desenvolvimento do município”, observa.

A construção do CCI, que receberá o nome de “Clarinha da Silva”, exigiu recursos da ordem de R$ 386 mil, dos quais R$ 136 mil foram provenientes de recursos municipais. O CCI está localizado na Rua Araripe Custódio da Fonseca nº 1131, no bairro Altos de Ipeúna é um espaço de convivência, socialização, lazer e atividades, onde os idosos com mais de 60 anos podem frequentar. A obra teve início em agosto de 2014 e foi finalizada em abril de 2016.

Prefeitura constrói nova ponte nova ponte no Bairro Paraiso

Prefeitura constrói nova ponte nova ponte no Bairro Paraiso – Foto: Divulgação

De acordo com o arquiteto urbanista Bruno Lourenço da Silva, secretário Municipal de Projetos e Obras, o projeto do Governo do Estado para a construção previa uma unidade de 212 m², no entanto, foi realizado um aumento do Salão de Atividades, visando ampliar o espaço para um melhor atendimento e maior conforto dos usuários, totalizando uma área construída de 371 m², sendo dividida em escritório, cozinha, área de serviço, banheiros e amplo salão para atividades.

O local oferece instalações adequadas à realização de cursos, atividades lúdicas, palestras, atividades físicas e recreativas (como dança de salão, por exemplo) e orientações na área de saúde. Possui uma cozinha, sala privativa para atendimento, além de espaço de convivência e banheiros masculino, feminino e para deficiente. Trata-se de um instrumento de proteção básica de caráter preventivo, contribuindo para o envelhecimento ativo, saudável e autônomo e que vem agregar qualidade e comodidade às atividades desenvolvidas junto à faixa etária.

HOMENAGEM – Dona Clarinha da Silva nasceu na região do Bairro Passa Cinco, em Ipeúna em 25 de setembro de 1890, filha de José Gomes da Cunha e de Anna da Silva Franco. Casou-se com Augusto da Silva Bueno, com quem teve seis filhos. Sempre muito sorridente, dona Clarinha frequentava a igreja religiosamente e era conhecida na cidade por sua simpatia e bondade. Dona Clarinha morreu em julho de 2000, aos 109 anos. A decisão de homenagear dona Clarinha deve-se ao fato dela ter sido a mulher que nasceu e viveu por mais tempo no município de Ipeúna.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta