Simespi e Sindicato dos Metalúrgicos alinham ações preventivas para segmento metal-mecânico neste momento de pandemia de Covid-19

Simespi e Sindicato dos Metalúrgicos alinham ações preventivas para segmento metal-mecânico neste momento de pandemia de Covid-19

Com o objetivo de traçar ações conjuntas para auxiliar empresários e trabalhadores neste momento de pandemia de Covid-19 (Coronavírus), os presidentes do Simespi (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas e Fundições de Piracicaba, Saltinho e Rio das Pedras), Euclides Libardi, e do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e Região, Wagner da Silveira, Juca, reuniram-se na manhã da quarta-feira, (18), juntamente com os representantes de seus departamentos jurídicos.

A reunião foi realizada com o intuito de alinhamento uma vez que as esferas governamentais ainda não enviaram nenhuma orientação oficial a ser seguida. A Prefeitura de Piracicaba e os órgãos de saúde fizeram vários apontamentos necessários sobre os cuidados com o Coronavírus no ambiente de trabalho. Os sindicados concordam que optar pela quarentena é uma questão variável, ou seja, cabe as empresas analisarem se essa é ou não a situação ideal devido a uma série de fatores. Os dois presidentes ressaltaram que a manutenção do funcionamento ou a interrupção é uma decisão particular de cada empresa, conforme sua realidade estrutural e financeira.

Outro ponto importante foi que tudo o que for decidido entre empresa/trabalhador, deverá ser aprovado pelos dois lados. Neste momento de incertezas, os acordos devem seguir um padrão formal para que ninguém se prejudique, além de transparecer segurança e confiabilidade.

As ações que forem formalizadas deverão ter um prazo estimado de 90 dias, aproximadamente, pois estima-se que este é o período mais crítico de contágio pelo Coronavírus.

Ambos os sindicatos (patronal e do trabalhador) continuam em contato permanente para fornecer os esclarecimentos pertinentes. “É importante salientar que essas necessidades deverão estar em conjunto com a realidade de cada empresa e, também, de acordo com o entendimento dos sindicatos”, ressalta, Euclides Libardi, presidente do Simespi.

Para Wagner da Silveira, o Juca, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e Região, todos os casos passíveis de negociação terão o respaldo dos nossos departamentos jurídicos. “As deliberações discutidas hoje são em prol de conter o contágio pelo vírus”, comenta.

Apoio jurídico:

As empresas ou trabalhadores que desejarem tirar dúvidas sobre o assunto deverão ligar nas sedes dos sindicatos e conversar com o responsável pelo departamento jurídico de cada sede.

Simespi (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas e Fundições de Piracicaba, Saltinho e Rio das Pedras)

Endereço: Rua Samuel Neves, 1601 – Bairro dos Alemães

Telefone: (19) 3417-8600

Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e Região

Endereço: Rua Prudente de Moraes, 914 – Centro

Telefone: (19) 3417-8140 – 9 9659-8062

Orientações gerais:

A Diretoria do Simespi também esteve reunida, na segunda-feira (16), com o prefeito Barjas Negri, médicos especialistas, representantes de hospitais, presidente da Câmara, Gilmar Rota, secretários municipais e autoridades do segmento do comércio, indústria e serviços. Na ocasião foram debatidos alguns importantes pontos para o controle e a prevenção do Coronavírus na cidade. O que foi muito pontuado pelos médicos presentes foi que este não é momento para pânico, mas é preciso ter total atenção com relação as medidas de prevenção e preservação de hábitos saudáveis. Durante o encontro, algumas orientações preventivas sobre o Coronavírus foram deliberadas, especialmente com foco no segmento industrial, tais como:

– Viagens, conferências, reuniões, feiras e eventos deverão ser adiados;

– Nos horários de refeições coletivas, as mesas dos refeitórios deverão ter uma distância mínima de dois metros;

– A indicação é organizar os horários das refeições por grupos. Por exemplo: o primeiro grupo almoça às 11 horas, o segundo às 11h30 e o terceiro, às 12 horas. A intenção é evitar aglomerações nos refeitórios;

– Intensificar a higienização de maçanetas, corrimãos e espaços de uso coletivo como refeitórios e banheiros;

– Todas as adaptações devem ser feitas conforme a realidade de cada empresa. É muito importante que as medidas preventivas sejam colocadas em prática.

– No caso dos colaboradores com atividades fixas em escritórios, aconselhar que cada um seja responsável pela higienização de sua mesa, aparelho telefônico (fixo e celular), computador e demais equipamentos de uso diário;

– Evitar a entrada e saída de colaboradores que utilizam o transporte coletivo em horário de pico, ou seja, remanejando o horário de trabalho de cada grupo para horários com menos fluxo;

– Reforçar a importância de higienizar as mãos, lavando-as frequentemente com água e sabão e, se possível, passando álcool gel 70%;

– Orientar o colaborador que estiver apresentando algum sintoma indicado como de risco a buscar auxílio médico imediatamente nas Unidades de Pronto Atendimento ou em seu convênio médico particular;

– Ainda não há nenhuma orientação específica vinda das esferas oficiais (Federal ou Estadual) para a interrupção da jornada de trabalho nas empresas.

Adiamento de cursos/palestras: Por medida de segurança e para o bem-estar geral, cursos, palestras e reuniões agendados na sede do Simespi estão suspensos temporariamente.

Funcionamento normal: O atendimento do Simespi em sua sede permanece normal. O intuito é atender as empresas associadas em suas dúvidas e procedimentos preventivos ao Coronavírus. Informações e comunicados serão divulgados no site e mídias sociais oficiais do Simespi.

Canal oficial: A Prefeitura de Piracicaba está mantendo ativo em seu site (www.piracicaba.sp.gov.br) uma área específica sobre o Coronavírus (Plantão Coronavírus). O portal reúne informações verdadeiras e comunicados em tempo real sobre a situação do vírus na cidade de Piracicaba. O objetivo deste canal é evitar a proliferação de fakenews. Notícias não checadas podem propagar mentiras, comprometendo a saúde e a rotina das pessoas, além de fomentar o pânico.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta