Santa Casa de Piracicaba promoveu blitz contra o AVC

Referência regional e único hospital da cidade credenciado pelo Ministério da Saúde para o atendimento como Linha de Cuidado ao AVC (Acidente Vascular Cerebral), a Santa Casa de Piracicaba reverenciou o Dia Mundial de Combate ao AVC ocorrido na segunda-feira (29/10) promovendo uma “blitz” no Hospital para conscientizar sobre as formas de prevenção da doença cerebral que mais mata no Brasil.

A ação foi deflagrada por enfermeiros coordenadores que percorrerão setores, unidades e recepções da Santa Casa, promovendo a abordagem de funcionários, pacientes e visitantes para a distribuição de material informativo.

Segundo a enfermeira Denise Lautenschlaeger, gestora de cuidado da Santa Casa e organizadora da ação, o desafio está em conscientizar a população sobre a importância de se prestar os primeiros cuidados à vítima do AVC dentro de, no máximo, quatro horas e meia (270 minutos) após o acidente vascular cerebral para minimizar seqüelas, reduzir custos sociais e promover a qualidade de vida.

“O AVC, conhecimento popularmente como derrame cerebral, é uma das principais causas de mortes no planeta e acomete, anualmente, 17 milhões de pessoas em todo o mundo; 6,5 milhões delas morrem e uma boa parcela vive com incapacidade permanente”, alerta Denise.

A boa notícia é que o atendimento especializado em Unidades de AVC aumenta a chance de boa recuperação em 14%; que o uso de trombolítico aumenta as chances de boa evolução em até 30%; e a trombectomia mecânica aumenta as chances de independência em mais de 50.

“A população precisa saber disso e atuar como grande aliada na luta por um atendimento ágil e adequado, com melhora significativa na qualidade de vida da vítima do AVC”, alegou Denise.

Ela revela que a Santa Casa de Piracicaba já treinou mais de 500 profissionais, entre funcionários da Instituição e de Unidades Básicas de Saúde do Município, com vistas ao protocolo de tratamento do AVC.

“Os treinamentos ocorreram com encontros mensais coordenados com apoio  dos neurologistas Théo Germano Perecin, Alfredo Weltson e Dinark Viana, com apoio dos profissionais do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), da Central Reguladora de Vagas da Prefeitura de Piracicaba e do Departamento de Enfermagem e Núcleo de Aprimoramento e Desenvolvimento de Pessoas (NaDep)”, disse.

 

Foto-legenda-  A ação está sob o comando da gerente de cuidado, Denise Lautenschlaeger, e será deflagrada pelos coordenadores de enfermagem do Hospital

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta