Representantes do Sindicato dos Contabilistas de Piracicaba e região buscam auxiliar na transição da Receita Federal

Danilo Lucas Coimbra Vendemiatti e Fabiano Ravelli, Presidente e Diretor Financeiro do Sincop – Sindicato dos Contabilistas de Piracicaba e região, respectivamente, estiveram reunidos com o delegado da Receita Federal do Brasil em Piracicaba, Vitório Brunheroto, e o delegado-adjunto, Antonio José Furlan.

No encontro, os representantes do Sincop foram atualizar as informações sobre o retorno dos atendimentos presenciais na Receita Federal para esclarecer a classe contábil.

Segundo a Portaria RFB 4261, de 28/08/2020 que disciplina o atendimento presencial, apenas alguns serviços voltarão a ser oferecidos de forma presencial.

“Nós entendemos que a Receita vai retornar em uma nova condição e teremos que nos adaptar. A maioria dos atendimentos, principalmente para pessoa jurídica, será de forma digital. Nós do Sincop, em parceria com o Delegado da Receita, estamos nos preparando para prestar todos os esclarecimentos para que os contabilistas não tenham dificuldades nessa transição”, destaca Vendemiatti.

Alguns dos serviços que ainda terão atendimento presencial são: atos cadastrais de pessoas físicas, emissão de cópia de documentos relativos à Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) e aos rendimentos informados em Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf); recepção de documentos, requerimentos, defesas e recursos cujo protocolo por meio da internet seja facultativo ou inexistente; parcelamentos não disponíveis no sítio eletrônico da RFB, emissão de documentos de arrecadação não disponíveis no sítio eletrônico e consulta de débitos e pendências fiscais de pessoa física e do Microempreendedor Individual (MEI).

O delegado Brunheroto destaca que o órgão busca sempre evoluir e simplificar os serviços digitais.

“A Receita Federal aprimorou e continuará evoluindo na busca da simplificação dos serviços digitais pelos seus canais virtuais de atendimento. Atualmente, quase a totalidade dos serviços já estão assim disponibilizados. O atendimento presencial passará a ser residual, destinado às pessoas físicas e serviços eventualmente ainda não disponibilizados de maneira digital” ressaltou Brunheroto.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta