Piracicaba segue com a 3ª dose da vacina contra Covid-19 para idosos e imunossuprimidos a partir de hoje, 05/10

Piracicaba segue com a 3ª dose da vacina contra Covid-19 para idosos e imunossuprimidos a partir de hoje, 05/10


Não há necessidade de agendamento; aplicação será na unidade de saúde mais próxima


A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, disponibiliza a partir de hoje, terça-feira, 05/10, a 3ª dose (dose adicional) da vacina contra Covid-19 às pessoas com 60 anos ou mais que já receberam a 2ª dose ou dose única há, pelo menos, seis meses e para pessoas com alto grau de imunossupressão que tomaram a 2ª dose ou dose única há, pelo menos, 28 dias. Para essa fase da campanha de vacinação, não há necessidade de agendamento, basta ir até a unidade de saúde mais perto de casa, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, exceto nos CRABs Cecap e Paulista.

Para receber a dose adicional, as pessoas com 60 anos ou mais devem apresentar comprovante de residência em Piracicaba, RG, CPF e comprovante de vacinação com a 2ª dose ou dose única há, pelo menos 6 meses. Já as pessoas com alto grau de imunossupressão devem apresentar, além desses documentos já citados, documento que comprove o estado de saúde.

De acordo com Informe Técnico do PEI (Programa Estadual de Imunização), considera-se pessoas com alto grau de imunossupressão indivíduos que possuam:
I – Imunodeficiência primária grave
II – Quimioterapia para câncer
III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras
IV – Pessoas vivendo com HIV/Aids
V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune
VII- Autoinflamatórias, doenças intestinais inflamatórias
VIII – Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise)
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

LARES DE IDOSOS – A aplicação da dose adicional (dose de reforço) em Piracicaba começou no sábado, 02/10, em Instituições de Longa Permanência para Idosos (lLPIs), conhecidas como lares de idosos, quando foram aplicadas 288 doses adicionais. As equipes percorreram dez instituições: Lar Melhor Idade; Convívio Mais Vida; Nosso Lar; Dose Convívio; Bem Viver; Aconchego do Idoso; Mundo Melhor; Vivenda Sol Nascente; Vivenda do Idoso; e Vida Melhor.

A moradora do Convívio Mais Vida, Marina Carleto Davanso, 74 anos, foi uma das pessoas que recebeu a 3ª dose no sábado. Ela afirma que se sente mais preparada para poder conviver com os familiares, como filhos e netos. “Acho muito importante essa 3ª dose para a imunização total. Graças a Deus tive a oportunidade de tomar”, afirma. “Acredito que a gente nunca mais vai ter aquela vida normal de antes, vamos precisar nos adaptar, mas, aos poucos, a gente chega lá, se Deus quiser”, complementa.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta