Piracicaba está no “radar” e poderá receber unidade da Rede Lucy Montoro para tratar pacientes com deficiências físicas incapacitantes

O Deputado Estadual Roberto Morais (Cidadania) recebeu esta semana a boa notícia de que a tão esperada instalação de uma unidade da Rede Lucy Montoro em Piracicaba já está nos planos do Governo do estado. Em entrevista ao vivo no programa Jornal da Manhã pela Rádio Jovem Pan News, a Secretária de Estado da Pessoa com Deficiência, Célia Leão, confirmou a decisão do Governo. “Vai sair sim. Nós temos uma programação dentro da Secretaria para instalação de quatro a seis unidades novas e Piracicaba está incluída. O Estado já entendeu a necessidade de socorrer as regiões mais necessitadas, aquelas que não tem unidades próximas e que tem demandas, mas infelizmente, no momento, por causa da pandemia, cada real está sendo aplicado no combate e cuidados com os doentes de Covid”, destaca a Secretária. Roberto Morais lembra que a solicitação é antiga. “Tem mais de dez anos que eu e também o saudoso Francisco Nuncio Cerignoni (Chico Pirata), que era cadeirante e Presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência, iniciamos a luta pela instalação da unidade aqui na cidade”, destaca Morais. Em administrações anteriores, sob os comandos dos ex-prefeitos Barjas Negri e Gabriel Ferrato, já foi indicada uma área ao lado do Hospital Regional como a mais apropriada a ser cedida para construção.  

O comerciário piracicabano Luís Gustavo Barbosa tem esperança que a unidade de Piracicaba seja concretizada logo. Sua esposa Mirella Barbosa sofreu um aneurisma em 2019 e desde o ano passado ela foi encaminhada para a unidade Lucy Montoro de Mogi Mirim. “Lá ela já passou por vários médicos, clinico geral, neurologista, fisioterapeuta e está aguardando ser chamada para os tratamentos. Eles já nos auxiliaram doando a cadeira de rodas, cadeira de banho e as órteses de braços e pernas”, destaca Barbosa. Periodicamente a paciente é levada por transporte ambulatorial de Piracicaba até a cidade de Mogi para o acompanhamento, mas quando não há ambulância, ela é levada pela própria família. “Quando tivermos a unidade aqui na cidade teremos mais disponibilidade e menos gastos para garantir que ela tenha os atendimentos que precisa para se recuperar. Tenho grandes expectativas de que a unidade venha a beneficiar minha esposa e tantas outras pessoas que também precisam”, conclui Barbosa.

A Rede Lucy Montoro foi criada pelo Governo do Estado de São Paulo, em 2008, para proporcionar tratamento de reabilitação para pacientes com deficiências físicas incapacitantes, motoras e sensório-motoras. A Rede realiza programas de reabilitação específicos, de acordo com as características de cada paciente. Os tratamentos são realizados por equipes multidisciplinares, composta por profissionais especializados em reabilitação, entre médicos fisiatras, enfermeiras, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, educadores físicos e fonoaudiólogos. Atualmente, a Rede realiza mais de 100 mil atendimentos por mês. Estão em funcionamento as unidades Campinas, Clínicas, Fernandópolis, Lapa, Marília, Mogi Mirim, Morumbi, Pariquera-Açu, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Umarizal e Vila Mariana.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta