Piracicaba aderiu ao Projeto Geoparque Corumbataí

Piracicaba aderiu ao Projeto Geoparque Corumbataí foto divulgação

Piracicaba aderiu ao Projeto Geoparque Corumbataí

Nesta terça-feira, (27/111), aconteceu no Auditório da Biblioteca Municipal Ricardo Ferraz de Arruda Pinto, a última Caravana do Projeto Geoparque Corumbataí, iniciativa que envolve a participação de Piracicaba, Analândia, Corumbataí, Itirapina, Rio Claro, Ipeúna, Santa Gertrudes e Charqueada.

O projeto teve início em maio de 2017, quando uma comissão formada por professores da Unesp de Rio Claro e Unicamp de Limeira, realizou um Simpósio em Rio Claro. A partir daí, a Caravana têm visitado os oito municípios que compõem essa Bacia Hidrográfica.

Entres os principais objetivos do Projeto está a criação de mecanismos para preservar o patrimônio geológico para futuras gerações, educar e ensinar sobre temas geológicos e ambientais e prover meios de pesquisa para as geociências, assegurar o desenvolvimento sustentável por meio do geoturismo – com o objetivo de reforçar o respeito ao meio ambiente e estimular a atividade socioeconômica, e gerar novas fontes de renda para a população local e atrair capital privado.

“Junto com outros professores, entre eles a professora Luciana Cordeiro, da Unicamp de Limeira, e um grupo de alunos, estamos realizando estas reuniões com objetivo de implantarmos um Geoparque aqui na Bacia do Rio Corumbataí, que é composta por estes oito municípios”, explicou o professor da Geologia e Diretor do Instituto da Unesp de Rio Claro, José Alexandre Perinotto.

Segundo ele, durante estes encontros foram convidados representantes do Poder Público (Legislativo, Executivo), do Conselho Municipal de Turismo – Comtur, de entidades de classe, e universidades para participar. “Solicitamos ainda que, durante estas reuniões, estas cidades apresentem seus potenciais e atrativos turísticos do ponto de vista natural, histórico e cultural”, disse Perinotto.

O último encontro contou com a presença do Prefeito Barjas Negri e de alguns secretários e vereadores. Além de colocar a Prefeitura à disposição, Barjas disse que “Temos que uma atenção especial para esta região, porque 90% do abastecimento de Piracicaba vem do Corumbataí. E o que acontecer nesta região poderá nos afetar nos próximos 10, 15, 20 anos.”

No final do encontro, o secretário de Defesa do Meio Ambiente, José Otavio Menten, comentou sobre a inserção de Piracicaba no Projeto.

“A adesão de Piracicaba ao Geoparque do Corumbataí está de acordo com o Plano de Governo do Prefeito Barjas Negri, em busca de aprimorar a sustentabilidade e a qualidade de vida dos piracicabanos”, afirmou.

Segundo o secretário, “O evento evidenciou o envolvimento de diversas secretarias da Prefeitura de Piracicaba, entidades representativas da nossa cidades. As ações que estão sendo realizadas e planejadas na Bacia do Rio Corumbataí demonstram a atenção que a região merece, como principal fornecedor de água para a nossa população ”, disse Menten.

“A partir de agora, a comissão deverá promover um novo encontro para o fechamento e definir os parâmetros para a implantação”, completou Perinotto. Segundo ele, esta nova reunião deve acontecer em Limeira, mas ainda não há data definida. Em seguida, as oito cidades deverão compor um grande conjunto – o Geoparque do Corumbataí.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta