Pedro Celso Rizzo se despede da Presidência do Ipasp

Pedro Celso Rizzo se despede da Presidência do Ipasp

O presidente do Ipasp, Pedro Celso Rizzo, encerrou sua gestão ontem, dia 31 de janeiro. Ele foi eleito para o triênio 2017/2019, com 647 votos, e oficialmente empossado pelo prefeito Barjas Negri no dia 1º de fevereiro de 2017. Rizzo será sucedido por Antonio Carlos Gonçalves Alves (presidente) e Marcel Gustavo Zotelli (vice-presidente), os quais tomarão posse na próxima segunda-feira, dia 3 de fevereiro, junto ao novo Conselho Deliberativo, todos com mandato de três anos (2020/2022).

A regulamentação da legislação previdenciária do município e a consolidação do Ipasp como órgão responsável pelo Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) foram conquistas muito importantes no mandato de Pedro Celso.

 

Foto: Divulgação

“O Instituto ganhou novos formatos de eleição e de estruturação administrativa com a Lei nº 9.249, de 10 de outubro de 2019, que segue determinações do Ministério da Previdência Social e do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Desde 2019, também, os novos servidores municipais aprovados em concurso público estão sendo todos contratados pelo regime estatutário, o que contribui para o fortalecimento do Ipasp”, conta o presidente.

Outras áreas trabalhadas com afinco por ele foram a financeira e a de investimentos. As metas atuariais anuais de 2017 a 2019 somaram 29,01% (IPCA + 6% a.a.) e a rentabilidade do Ipasp no mesmo período atingiu 33,57%, superando as metas em 4,56%, o que indica uma condição de fortalecimento do Instituto, com perspectiva de muita segurança para aposentados e pensionistas. “Isso se deve ao bom trabalho desenvolvido na política de investimentos do Ipasp, junto ao Comitê de Investimentos e do Conselho Deliberativo. Também tivemos, em 2019, concurso público para a contratação da nossa nova economista”, comenta.

Pedro Celso implantou, ainda, a Ouvidoria do Ipasp, para receber críticas, elogios e sugestões dos beneficiários, e deu continuidade aos investimentos na qualificação profissional dos colaboradores e do Conselho Deliberativo do Instituto. “São meios de aprimorar constantemente o atendimento aos servidores públicos municipais estatutários”, explica.

Atendendo a pedidos dos beneficiários, o presidente também fez a intermediação com a Prefeitura de Piracicaba e a empresa Perinatal Serviços Médicos para a inclusão de um geriatra-clínico nos atendimentos ambulatoriais oferecidos pelo posto médico. “Os atendimentos da área da Saúde que ocorrem no andar térreo do Instituto não são de nossa responsabilidade, por determinação do Ministério da Previdência Social e do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Porém, sempre tentamos ajudar naquilo que está ao nosso alcance”, diz.

Com relação à compensação previdenciária, Rizzo destaca que o Instituto está em dia com o Ministério da Previdência Social e segue executando regularmente o Comprev. “Nossa equipe está disponível para atendimentos individuais dos servidores, principalmente para esclarecimentos acerca da aposentadoria”, completa.

A gestão de Rizzo sempre foi pautada pelos compromissos assumidos na campanha eleitoral institucional. Praticamente todos foram cumpridos, exceto o de implantar a Pró-Gestão, que demanda de parceria com o governo municipal e deverá ser concluído pelo próximo presidente do Instituto.

“Nem todos os compromissos dependiam unicamente do Ipasp, mas trabalhamos arduamente, diariamente, para serem colocados em prática. Despeço-me da Presidência com o sentimento de dever cumprido e orgulhoso principalmente dos colaboradores do Instituto, aos quais sou imensamente grato. Também ao Conselho Deliberativo e ao Comitê de Investimentos o meu muito obrigado”, finaliza.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta