Pacientes que integram grupo de risco e têm prioridade são vacinados contra a covid-19 na Hemodiálise da Santa Casa de Piracicaba

Pacientes em hemodiálise na Clínica de Nefrologia da Santa Casa de Piracicaba foram imunizados com a segunda dose da vacina contra a covid-19. A primeira dose do imunizante AstraZenica (Fiocruz) foi aplicada nos dias 18 e 19 de maio e a segunda dose, ministrada por funcionários da Instituição nestas terça e quarta-feiras, dias 10 e 11 de agosto.

Segundo a coordenadora administrativa, Luciana Zambon, a Unidade mantém cerca de 200 pacientes em tratamento nas 40 máquinas de hemodiálise, que chegam a registrar 100 sessões de diálises todos os dias, com apoio de uma equipe composta por 55 funcionários, entre médicos, enfermeiros, psicóloga, assistente social, nutricionista e equipe s de apoio.

“São pacientes que integram os grupos de risco para a covid-19 e que, portanto, têm prioridade na vacinação”, explica Luciana. Ela revela que as doses foram cedias pela Vigilância Epidemiológica do Município para pacientes em tratamento renal substitutivo nas modalidades hemodiálise e diálise peritoneal.

A coordenadora esclarece que todos os pacientes que receberam a vacina foram cadastrados no sistema Vacivida, do Ministério da Saúde.

“Esse é um grupo significativo da população de risco, pois como sabemos, fica difícil aos pacientes em programa de hemodiálise realizar a quarentena, já que precisam se submeter pelo menos três vezes por semana às sessões de diálise para seu tratamento”, revela o médico coordenador da Unidade, Alex Gonçalves (CRM 99.878).

Ele lembra que, após os pulmões, os rins são os órgãos mais frequentemente afetados na infecção pelo novo coronavírus. “Quase metade dos pacientes internados com covid-19 apresenta algum tipo de lesão renal, a chamada injúria renal aguda”, disse.

Nos pacientes internados em UTI com quadros mais graves, um em cada cinco necessita do tratamento de purificação sanguínea denominado hemodiálise, indicado para substituir parcialmente a função dos rins.

“Com a segunda dose do imunizante, eles estarão mais protegidos contra a doença”, evidenciou o médico.

F- A vacina foi ministrada por funcionários da própria Unidade de Hemodiálise do Hospital

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta