Orquestra Sinfônica de Piracicaba faz dois concertos no fim de semana

A OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba) cumpre dupla maratona neste fim de semana, sob regência do maestro Jamil Maluf, diretor artístico e regente titular. Hoje dia (25/05), o conjunto toca no Teatro Municipal Dr. Losso Netto, em única sessão, às 18h00 e amanhã domingo (26/05), às 11h00, faz seu concerto na Sala São Paulo, na capital paulista, uma das mais importantes casas de música erudita do país, sede da Osesp. Para a apresentação em Piracicaba, os ingressos gratuitos estarão disponíveis na quinta-feira (23) no site Mega Bilheteria ou uma hora antes, na bilheteria da Casa de Espetáculos.
Duas peças do compositor tcheco Bedrich Smetana estão no programa a ser apresentado em Piracicaba e na Sala São Paulo: a “Abertura” da ópera “A Noiva Vendida”, comédia camponesa sobre o amor e seus percalços, cuja estreia ocorreu em maio de 1866; e o poema sinfônico “O Moldávia”, do ciclo Minha Pátria, obra-prima da música nacional tcheca, composta quando Smetana estava surdo, em 1874.
Da ópera “Príncipe Igor” a OSP apresenta a “Abertura” e as “Danças Polovtsianas”, conhecidas pela beleza, força e entusiasmo. A ópera foi iniciada em 1869 pelo russo Alexander Borodin, que dedicou 18 anos na composição, porém só foi finalizada em 1890, após a sua morte, pelos amigos Nikolai Rimsky-Korsakov e Aleksandr Glazunov.
Excepcionalmente em maio, a OSP fará apenas uma sessão em Piracicaba, sem o ensaio geral aberto ao público, já que os músicos terão de se deslocar para a capital paulista na manhã seguinte.

Foto: Divulgação

Esta é a segunda vez que a OSP se apresenta na Sala São Paulo. A primeira ocorreu em dezembro de 2016, quando o conjunto tocou com o barítono Leonardo Neiva e encerrou sua temporada anual de concertos. Na ocasião, 1.400 pessoas acompanharam o programa, que teve obras de Ralph Vaughan Willians e Alberto Nepomuceno. “A música clássica no país caminha, cada vez mais, para a descentralização e Piracicaba tem dado o seu bom exemplo, por meio dos esforços do poder público e da iniciativa privada”, avalia o maestro.
Outra oportunidade que a OSP terá ainda na Temporada 2019 é a de se apresentar na 50a edição do Festival Internacional de Inverno, em Campos do Jordão. O concerto será em julho, na praça do Capivari, onde a OSP fez concertos nos anos de 2016, 2017 e 2018, para público estimado em 2.000 pessoas em cada uma das apresentações.
A Temporada 2019 da OSP é realizada pela Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo) e Secretaria de Educação. O patrocínio é da Caterpillar, Comgás, Hyundai e Oji Papéis Especiais, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. O apoio é da Empem, Oscip Pira 21, Cultura Artística, Rádio Educativa FM, AdesSign e Maison Vivenda Buffet.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta