Novos médicos foram recepcionados na Santa Casa de Piracicaba

A Santa Casa de Piracicaba recebeu na manhã desta quarta-feira, 17, os médicos formandos da 3ª turma de Residência Médica da Secretaria Municipal de Saúde que concluíram o Programa no Hospital.

“No total, 14 profissionais foram certificados recentemente pela Prefeitura; entre eles, os cinco formandos que passaram pela Santa Casa para se especializar nas áreas de Urologia, Pediatria e Cardiologia”, explicou o diretor técnico da Santa Casa, Ruy Nogueira.

A cerimônia está marcada para as 9h, no salão de convenções do Hospital, onde os novos profissionais em medicina serão recepcionados pela Mesa Diretora e Administrativa da Irmandade para um café da manhã.  O prefeito Barjas Negri, o secretário de Saúde Pedro Mello, a direção da Faculdade de Medicina Anhembi Morumbi de Piracicaba, assim como coordenadores e preceptores do Programa, também confirmaram presença.

Foto : Divulgação

Segundo o diretor clínico da Santa Casa, André Gervatoski, o ensino-aprendizado nessa modalidade ocorre por meio de treinamentos em serviço, com orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. “Os cursos de Urologia têm duração de três anos; enquanto os de Cardiologia e Pediatria duram dois anos”, lembrou.

Ele revela que o Programa é supervisionado pela Coreme (Comissão de Residência Médica da Secretaria Municipal de Saúde) e tem por objetivo formar médicos especialistas em diversas áreas, de forma a qualificar a Rede de Atenção em Saúde e aumentar a resolução da assistência, bem como o nível de satisfação dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

Na análise do secretário municipal de Saúde, Pedro Mello, responsável pela instituição da Residência Médica em Piracicaba em 2015, a Santa Casa tem atuação preponderante neste processo ao abrir suas portas, direcionando seus profissionais e sua estrutura para a formação desses profissionais. “A cidade é referência em saúde pública e o Programa torna a rede mais atrativa a novos médicos e mais resolutiva à população que precisa desses serviços”.

Ele revela que, ao longo dos dois ou três anos de Programa, os médicos residentes estagiaram em diversos locais da rede pública de saúde e em hospitais da cidade, a exemplo da Santa Casa, sempre com supervisão e orientação de um médico preceptor.

Na Santa Casa, os formandos deste ano (Rene André Saciloto, Brenda Larisse Albuquerque Merli, Fernanda Helisa Magalhães Pergher, André Hilário Fernandes e Mailson Lopes dos Santos) foram acompanhados de perto por especialistas das áreas e acolhidos pelos médicos coordenadores Raul Sartini (Cardiologia), Antônio Ananias Filho (Pediatria) e Gustavo Borges (Urologia), juntamente com os preceptores de cada programa.

Comprometidos com uma assistência cada vez mais humana e qualificada, eles aceitaram o desafio de compartilhar conhecimentos e experiências junto aos jovens médicos, ansiosos por um aprendizado de qualidade.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta