Moradores pedem pronto-socorro infantil na antiga UPA da Vila Cristina

Moradores pedem  pronto-socorro  infantil na antiga UPA da Vila Cristina

Em abaixo-assinado, com cerca de 700 assinaturas, moradores da região do Jardim Glória e Vila Cristina reivindicam a instalação de um pronto-socorro infantil no prédio da antiga UPA da Vila Cristina. O abaixo-assinado com o pedido foi entregue ao prefeito Barjas Negri no final da tarde desta última segunda-feira, 17 de agosto, pela líder comunitária  Delvita Rodrigues de Oliveira, presidenta licenciada do Centro Comunitário da Vila Cristina, que esteve acompanhada do também líder comunitário daquela região da cidade Izaque Ribeiro Nunes.

Delvita disse ao prefeito que a ideia dos moradores daquela região é de que no antigo prédio da UPA seja instalado um pronto-socorro destinado a atender exclusivamente crianças de toda cidade. “Como o prédio ficou ocioso, mesmo que a Prefeitura coloque em prática a ideia de instalar uma unidade de saúde mental, o local comporta muito bem as duas funções. O atendimento de criança em um pronto-socorro comum não é o adequando, uma vez que geralmente há casos mais graves, como de acidentados ou de violência, e isso acaba abalando a todos e é muito mais chocante para uma criança”, disse.

No ofício que acompanha o abaixo-assinado, os moradores apelam ao prefeito, dizendo que Piracicaba, que é uma das principais cidades do Estado de São Paulo, ainda não conta com uma unidade de pronto-socorro específica para atender crianças. “A criação deste pronto-socorro infantil exclusivo melhoraria em muito o atendimento às nossas crianças, evitando a exposição delas às situações vivenciadas a um pronto-socorro”, argumentam os moradores no abaixo-assinado.

O prefeito disse que não está descartada esta possibilidade, mas que, primeiro, irá avaliar o funcionamento do novo Pronto-Socorro da Vila Cristina, que tem tido uma média de nove mil atendimentos mês e no qual há 45 leitos, sendo 15 para o público infantil, 15 para mulheres e 15 para homens, e que no antigo Pronto-Socorro a intenção realmente é instalar uma unidade de atendimento à saúde mental. “Levamos a reivindicação dos moradores ao prefeito e acreditamos, sim, que será importante criar o pronto-socorro infantil, uma vez que mesmo tendo 45 leitos, a demanda é muito grande para atender a todos”, ressaltou Delvida.

 

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124

 

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta