Jovens aprendizes recebem certificados na Santa Casa de Piracicaba

Jovens aprendizes recebem certificados na Santa Casa de Piracicaba

Em nove anos de funcionamento, o Programa acolheu 270 jovens aprendizes;  45 efetivados como funcionários da Instituição

 

Funcionários, lideranças, gestores e dirigentes da Santa Casa de Piracicaba se emocionaram, durante o 3º Encontro de Certificação de Concluintes do Programa Jovem Aprendiz, implantado pelo Núcleo de Gestão de Pessoas  e acompanhado pelo Nadep (Núcleo de Aprimoramento e Desenvolvimento de Pessoas) do Hospital, em parceria com o Senac/Piracicaba e com o curso de Psicologia da Unimep.

Foram certificados os jovens aprendizes Bruno Ryan Dantas, Graziela Vitória Nascimento, Júlio Cesar Machado da Silva, Lucas Eduardo Campagnol Fulgêncio, Maria Luiza Almeida de Lucca e Vinícius Dario da Silva, que acompanharam a solenidade junto a amigos e familiares.

Eles atuaram por um ano e meio em setores do Hospital sob a orientação e acompanhamento direto de gestores e lideranças que os acolheram com a missão de proporcionar-lhes vivências organizacionais que resultem no seu amadurecimento pessoal e crescimento profissional.

O gestor de pessoas Ricardo Fedrizzi conta que o Programa foi implantado em 2011 e, ao longo desses nove anos de funcionamento, acolheu 270 jovens aprendizes com a efetivação de 45 como funcionários da Santa Casa. “Atualmente, eles somam 37 jovens na Instituição, alocados nos mais diversos setores, onde prestam relevantes serviços”, afirmou.

Os certificados foram entregues pelo provedor João Orlando Pavão, sob o olhar atento e emocionado da administradora Vanda Petean. Segundo ele, o Programa está alicerçado nos valores da Instituição, convertendo-se em oportunidade única e especial de transmitir a esses jovens, informações e vivências preciosas que eles poderão agregar à vida pessoal e profissional, seja no hospital ou em outra empresa.

“As equipes multiprofissionais que acolhem esses jovens têm, além do compromisso de ensinar, a oportunidade de compartilhar e acompanhar a determinação e o espírito empreendedor com que eles assumem e realizam suas atividades”, disse o provedor, exaltando a importância da família neste processo.

Ao se dirigir aos familiares que prestigiaram a certificação, a coordenadora do Nadep, Giovana Granato Frank, comparou os jovens aprendizes a pequenas sementes que, depois de um período de maturação na Santa Casa, adquirem força, determinação e capacidade para germinar e florir, compartilhando bons frutos.

A psicóloga Juliana Bortolazzo, do Setor de Recrutamento e Seleção, complementou apontando o desenvolvimento desses jovens, que muitas vezes chegam tímidos e, ao final do Programa, revelam-se mais tranquilos e seguros. “Os jovens aprendizes que passam pela Santa Casa foram elogiados pelo SENAC pelo comportamento e maturidade desenvolvidos na Instituição”, revelou.

O jovem aprendiz Bruno Ryan, que falou em nome dos demais, concorda com Juliana. Ele relatou os desafios diários de atuar em uma Instituição do porte da Santa Casa e agradeceu a oportunidade que teve de desenvolver suas habilidades. “Sinto que cresci como pessoa e profissional”, disse.

Quem também se manifestou foi o funcionário Thiago Sant’Anna da Silva, pai do jovem aprendiz Vinícius Dario da Silva. Ele exaltou a oportunidade concedida pela Santa Casa e testemunhou o desenvolvimento de seu filho. “Hoje, ele é outra pessoa”, revelou.

As estagiárias de psicologia da Unimep, Maria Carolina Trevisan Ribeiro e Daniele Chinelato, que desde setembro acompanham a atuação e o desempenho desses jovens no Hospital, falaram sobre a possibilidade que eles têm de construir suas carreiras em busca de seus sonhos. “Tem sido gratificante ajudar esses jovens a descobrirem seus potenciais”, disseram.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta