Importância da Instituição e de seus profissionais é lembrado no “Dia do Hospital” pelo diretor técnico da Santa Casa de Piracicaba

Importância da Instituição e de seus profissionais é lembrado no “Dia do Hospital” pelo diretor técnico da Santa Casa de Piracicaba

“Para mim, o Hospital da Santa Casa de Piracicaba é sinônimo de compromisso diário na busca do bem estar de nossos clientes”, disse o diretor técnico da Santa Casa de Piracicaba, Ruy Nogueira

É no hospital que se faz as maiores intervenções nas pessoas em situação de agravo à saúde, seja de média ou alta complexidade. É no hospital que chegam ao mundo novas vidas. E é no hospital também que, muitas vezes, se aprende a dar mais valor à vida.

Afinal, o hospital é quase uma cidade onde geralmente trabalham milhares de profissionais das mais diversas profissões para atender pacientes de todas as idades e com as mais diversas patologias. E é justamente em função da importância deste espaço para a comunidade que o 02 de julho foi escolhido para reverenciar o Dia do Hospital.

“A data é uma maneira de homenagear as instituições e sobretudo reconhecer os profissionais que nelas atuam, evidenciando a importância que essas estruturas e suas equipes multiprofissionais têm para as comunidades no seu entorno”, ressalta o diretor técnico da Santa Casa de Piracicaba, Ruy Nogueira Costa Filho (CRM 39.044), aproveitando a data para cumprimentar os mais de 2 mil funcionários que atuam na Instituição.

Ele lembra que um hospital pode ser público, oferecendo serviços médicos gratuitos por meio de verbas públicas; ou privado, quando o paciente paga pelo serviço que recebe.

A data, na verdade, remete ao dia da inauguração da Santa Casa de Misericórdia de Santos, em São Paulo, em 02 de julho de 1545.  A origem dos hospitais, no entanto, remonta a Idade Média, em Portugal, quando as ordens religiosas começaram a acolher e cuidar de doentes em suas dependências.

A Santa Casa de Piracicaba, por exemplo, foi fundada em 25 de dezembro de 1854 pelo comerciante português José Pinto de Almeida. Aos 167 anos, tem se revelado uma grande parceira da Prefeitura na manutenção da rede pública de saúde através da  Central de Regulação  de Vagas  e da DRS X (Direção Regional de Saúde).

Sua estrutura funcional garante retaguarda médico-hospitalar pelo SUS- Sistema Único de Saúde às comunidades de Piracicaba e outras 25 cidades região, conglomerado urbano que reúne cerca de 1,5 milhão de habitantes.

Instituição filantrópica sem fins lucrativos, a Santa Casa de Piracicaba constitui-se hoje em um complexo hospitalar moderno, dinâmico e muito bem estruturado, com Pronto Atendimento 24 horas, Maternidade de Alto Risco e serviços de alta complexidade, a exemplo das Unidades de Nefrologia (Hemodiálise), Neurologia, Cardiologia, Oncologia e Ortopedia. O Hospital se destaca, inclusive, por ser a única instituição de saúde da região a ofertar serviços de alta complexidade em Ortopedia.

Mantém UTIs Adulto, UTI Cardiológica, UTI Pediátrica e UTI Neonatal, estruturas de apoio que garantem ao Hospital a realização de cirurgias cardíacas, transplantes renais e de córneas. Hospital terciário, mantém 335 leitos – 210 deles destinados exclusivamente ao SUS, para quem a Entidade tem direcionado  88,78%  dos mais de 22 mil atendimentos registrados todos os meses.

“Que a data de hoje nos permita refletir também sobre nossa atual realidade, marcada pela crise sanitária advinda da pandemia da covid-19,  cenário em que os trabalhadores da saúde têm tido atuação preponderante ao dedicar suas vidas a cuidar de pessoas e salvar vidas dentro dos hospitais, uma das estruturas mais importantes para a sociedade”, disse.

Foto- Diretor técnico da Santa Casa de Piracicaba aproveita a data para exaltar também a importância dos profissionais de saúde

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta