Hemonúcleo de Piracicaba amplia busca por voluntários Semana do Doador de Sangue

Hemonúcleo de Piracicaba amplia busca por voluntários Semana do Doador de Sangue

Ampliar e incentivar a doação de sangue na cidade, sensibilizando novos doadores. Esse é o objetivo da campanha Hemonúcleo de Piracicaba, que acontecerá entre os dias 22 e 27/11, que remete ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado na quinta-feira (25/11). Ainda seguindo protocolos sanitários decorrentes da pandemia da Covid-19, a doação, preferencialmente, deve ser agendada por meio do site https://agendamento.hemocentro.unicamp.br/

. A coleta acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, no Brasil, cerca de 1,6% da população doa sangue – 16 a cada mil habitantes. Embora o percentual fique dentro dos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) – de pelo menos 1% da população – os hemocentros de todo o país têm trabalhado para aumentar o número de doadores, principalmente, neste momento de pandemia.

“A última semana de novembro é oficialmente a semana nacional do doador voluntário de sangue. O evento tem o intuito de reforçar o estoque técnico para atendimento da demanda transfusional de dezembro, que é um mês festivo, de férias e, que, normalmente, registra-se redução no comparecimento de voluntários. Por isso, contamos com o apoio de todos os piracicabanos”, destaca Luciana Sacheto Bueno, assistente social do Hemonúcleo Piracicaba.

Para Filemon Silvano, secretário de Saúde, a ação é uma forma de colaborar com o atendimento de saúde prestado pelos hospitais da cidade. “O Hemonúcleo faz um trabalho excelente na cidade e precisa de todo o apoio possível, por isso convidamos os piracicabanos a participar desta ação. É um ato solidário que salva vidas. Por isso reforço que esta nova companha vem em boa hora, principalmente pela questão da pandemia da Covid-19, que reduziu o número de doações. Participem”, convida o secretário.

É importante lembrar que a doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independentemente de parentesco com o doador. O sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a doença falciforme e a talassemia, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão.

Segundo Luciana, o sangue é essencial à vida e não pode ser substituído. “Portanto, doar é uma atitude de educação, amor e cidadania. Ao realizar uma doação de sangue, você está ajudando pelo menos três pacientes que necessitam de transfusão. A doação, respeitando os critérios técnicos, não acarreta nenhum risco para o doador e todo processo para a doação, que inclui cadastro, pré-triagem, triagem e coleta, leva menos de 80 minutos”, diz.

A assistente social lembra que a demanda de transfusões pelos hospitais se mantém, independentemente da pandemia. “E, além das cirurgias de emergência, há os atendimentos devido a acidentes de trânsito e de trabalho, violência urbana, oncologia, entre outros. Portanto, é fundamental que as pessoas realizem esse ato tão importante para salvar vidas”, reforça Luciana. O Hemonúcleo de Piracicaba está localizado à rua Silva Jardim, 1.700 (antigo prédio do Saúde Inteligente, dentro do complexo da Santa Casa de Misericórdia de Piracicaba). Informações pelos telefones (19) 3422-2019 ou 0800-722-8432.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta