Governador Márcio França visita ESALQ em Piracicaba e concede entrevista ao jornal “O Regional”

Nesta quinta-feira, (18/10), o Governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSDB) visitou a ESALQ (Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”), em Piracicaba e concedeu entrevista ao jornal “O Regional” e a outros meios de comunicação.

O jornalista José Marino Malossi Argentino, diretor do jornal “O Regional” questionou sobre a realização de melhorias urgentes na Rodovia SP-191, entre Ipeúna e São Manuel. Marcio França disse que o Estado tem condições de realizar a obra e que o deputado estadual Roberto Morais (PPS) e prefeitos já haviam solicitado as melhorias.

“O deputado Roberto Morais já falou comigo, juntamente com prefeitos da região. Eu licitei antes das eleições R$ 160 milhões e temos recursos para fazer, porque somos um Estado equilibrado que nos permite assegurar isso”, afirmou.

Questionado sobre pesquisas que colocam o atual governador empatado tecnicamente com o outro candidato – João Doria (PSDB), França citou as pesquisas anteriores, onde constava que estava 10 pontos atrás, mas que chegou ao segundo turno.

“Na pesquisa de sábado eu estava 10 pontos atrás, mas na eleição fui para o segundo turno e sabemos que a população de nosso Estado quer mudança e o PSDB já está há muitos anos no governo. Como a mudança e o novo não é o PSDB 45, a mudança é o 40”, destacou ele ao responder a pergunta.

O governador também destacou seu apoio a agricultura, pecuária e ao homem do campo.

“Quero reforçar o apoio ao produtor rural, a pecuária, agricultura, as pessoas que fazem a sua parte para o desenvolvimento de nosso Estado. Hoje está inclusive na moda falar que se é AgroTec, agronegócio, mas muita gente sempre lutou e nós apoiamos”, ressaltou França;

Sobre o apoio declarado da deputada estadual do PT (Partido dos Trabalhadores), ele ressaltou que recebe o apoio como uma escolha não partidária, mas sim sobre a escolha entre a verdade e a mentira.

“Quem tiver bom senso vai fazer isso. É uma escolha não partidária. A escolha é sobre a verdade e a mentira. Eu espero que as pessoas também façam isso e estudem quando forem escolher e possam julgar”, destacou o governador.

Em relação as rodovias e estradas vicinais, França disse que uma solução é que as concessionarias tenham que cuidar dos trechos de vicinais, não com a instalação de novos pedágios e sim como contrapartida em relação as concessões.

“Estamos fazendo novas concessões e este ano já fizemos duas novas com vinte e cinco por cento a menos no valor dos pedágios e agora como não tem mais as obras iniciais as concessionárias terão que assumir uma parte destas vicinais”, destacou.

Como o governador anunciou que pretende transferir até oito secretarias para o interior do Estado, destacou que a cidade pode sim receber uma secretaria estadual.

“Piracicaba pode sim ser sede de uma secretaria. Se a gente puder trazer aqui para o interior secretarias entendo que é importante. Traz desenvolvimento para o interior, aproxima dos municípios e valoriza o interior”, disse, destacando ainda que a região de Piracicaba pode futuramente ser uma Região Metropolitana, uma vez que atualmente já é um Aglomerado Urbano.

França também falou sobre a escolha que os paulistas irão fazer e que quem ganha governa para todos.

“A partir de janeiro teremos um presidente que governará todos nós e nós vamos trabalhar isso com tranquilidade que está em jogo é nosso Estado. Não podemos levar essa guerra para sempre. A guerra hoje aqui é em relação a verdade, quem cumpre a palavra”, afirmou ele.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta