Funcionários da CJ do Brasil doam fraldas à Santa Casa de Piracicaba

Depois de adotar a Unidade de Hemodiálise da Santa Casa de Piracicaba, comprometendo-se em equipar o Serviço com dez novas e modernas máquinas nos próximos três anos, a empresa coreana CJ do Brasil incentivou internamente uma campanha de doação de fraldas geriátricas, para despertar o espírito voluntário entre seus funcionários, pois o voluntariado é um dos três pilares da política de Responsabilidade Social.

O resultado desta ação foi a arrecadação 1.436 unidades de fraldas geriátricas, entregues ao Hospital.

Essa ação foi realizada em decorrência do apoio a II Corrida Pela Vida, promovida no último dia 23 de setembro pela Santa Casa, por meio de sua CIHDOTT- Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante, como forma de refletir sobre a importância da doação de órgãos no país.

“Apoiamos essa causa e, por isso, a CJ foi a patrocinadora máster da Corrida”, disse o gerente de RH da CJ, Jaime Tomazin, revelando a disposição da empresa em se aproximar cada vez mais da comunidade na qual a empresa está inserida . “A cidade acolheu a CJ e, agora, a empresa sente-se honrada em retribuir de alguma forma. Nós não pensamos que estamos doando fraldas, nosso pensamento é que estamos cuidando da vida de nossos cidadãos, ajudando-os a aumentar sua autoestima”, justificou Tomazin.

As fraldas foram recebidas pela administradora da Santa Casa, Vanda Petean. Segundo ela, o Hospital utiliza em média 1.800 fraldas/mês em atendimento às necessidades de pacientes carentes atendidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

“Na maioria das vezes, além da assistência médico-hospitalar, o Hospital precisa disponibilizar também fraldas e produtos de higiene pessoal a esses pacientes”, disse Vanda, exaltando a importância de parceiros que, a exemplo da CJ, compreendem e apoiam as iniciativas filantrópicas da Instituição.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta