Fiscalização interdita festa com 350 adolescentes no Jardim Conceição

Fiscalização interdita festa com 350 adolescentes no Jardim Conceição

Ação faz parte das medidas de restrição à pandemia do coronavírus; força-tarefa realizou 47 inspeções em 3 dias

A força-tarefa criada pela Prefeitura para coibir o desrespeito aos protocolos de prevenção à Covid-19, formada por representantes do Cevisa (Centro de Vigilância em Saúde), Secretaria de Finanças, Guarda Civil (Pelotão Ambiental e Romu) e Polícia Militar, realizou entre 3 e 6 de junho, 47 inspeções em diversos estabelecimentos entre bares, restaurantes, lanchonetes e festas clandestinas, com 7 interdições, 6 notificações e 8 orientações.

Nesse período, o que mais chamou a atenção, por intermédio de uma denúncia anônima, foi uma festa que reuniu aproximadamente 350 adolescentes, em uma chácara no Jardim Conceição, na sexta-feira, 04/06. Ao chegar ao local e constatar a veracidade da denúncia, a GC interditou o evento que promovia aglomeração. Na sequência, os organizadores da festa foram notificados e a proprietária do imóvel será autuada. Os vizinhos da chácara fizeram questão de cumprimentar a equipe da força-tarefa, agradecendo pela rápida intervenção e pela interdição da festa que promovia a perturbação do sossego público.

Durante fiscalização no domingo, 06/06, a equipe da força-tarefa passou por um campo de futebol localizado no bairro Guamium e parou para fazer uma averiguação. Constatou que o torneio esportivo já havia terminado, mas havia muita gente aglomerada em um bar anexo, reunindo mais de 60 pessoas. O bar foi imediatamente interditado por integrantes da Polícia Militar e os frequentadores deixaram o local de maneira pacífica.

IMPORTANTE – Cinco salões de festas e buffets foram interditados nas últimas semanas, durante as fiscalizações. De acordo com Clarice Bragantini, coordenadora da força-tarefa, é importante lembrar que ofuncionamento destes estabelecimentos comerciais continua proibido. “O funcionamento só pode acontecerna fase Verde do Plano São Paulo do Governo do Estado de combate ao coronavírus”, reforça.

TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO -O trabalho de abordagem da força-tarefa passa pelas etapas de orientação, notificação e auto de infração. As multas só acontecem quando os estabelecimentos comerciais desrespeitam todas as fases anteriores e podem variar de R$ 2.800 a R$ 5.800.

As denúncias sobre festas clandestinas ou aglomerações podem ser feitas pelos telefones 153 (Guarda Civil) e 156 (Serviço de Informação à População).

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta