Empresa fez a concretagem da plataforma e pista de rolagem do Terminal Piracicamirim

Empresa fez a concretagem da plataforma e pista de rolagem do Terminal Piracicamirim

A obra de reconstrução do Terminal Piracicamirim (TPI) em Piracicaba continua em andamento.

De acordo com o departamento de Engenharia da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran), a estrutura metálica que receberá a cobertura já foi finalizada.

Os serviços de concretagem da plataforma estão em fase final e, na sequência, contemplam a pista de rolagem onde os ônibus circulam.

O investimento no novo TPI será de R$ 5.329.391,21, o que representa uma economia de 23,84% do valor previsto, que era R$ 6.997.779,12.

A empresa responsável é a Construtora Maxfox LTDA.

O terminal segue os padrões do Terminal Vila Sônia, entregue no final de 2017, e do Terminal Paulicéia, inaugurado em agosto do ano passado.

Ainda de acordo com a Engenharia da Semuttran, após a concretagem da plataforma e da pista de rolagem, será concretada a entrada da bilheteria.

Todo esse trabalho deve levar cerca de 20 dias para ser finalizado, até a secagem do pavimento. Os serviços também se concentram na execução do revestimento em pastilha na bilheteria, que depois será coberta.

O novo TPI terá plataforma com 1.347,00 m2, área coberta de 2.513,00 m2 com tela anti-pássaro, iluminação LED, pista de rolagem em concreto para receber 12 ônibus ao mesmo tempo (2 a mais que o antigo), além de 7 vagas para ônibus reserva. Um reservatório de água com capacidade de 36 mil litros será instalado.

Fazem parte do projeto, também, área de convívio para motoristas (sala de reunião, refeitório, sanitários), vestiários masculinos e femininos acessíveis, banheiro para família e para ostomizados. Serão construídos ainda sala para a Guarda Civil, bicicletário e bilheterias

O projeto de acessibilidade ainda contempla as áreas interna e externa do Terminal, onde serão implantadas rampas.

O novo terminal também terá piso tátil, rampas de acessibilidade e banheiros acessíveis. Os dispositivos de segurança incluem equipamentos de proteção contra descargas elétricas e de prevenção contra incêndio e câmeras de monitoramento.

O investimento em obras de reforma do TPI está previsto no financiamento Mobilidade Médias Cidades. O prazo de conclusão é para agosto deste ano.

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta