Deputada Professora Bebel participa de manifestação e pede revogação do aumento da tarifa de ônibus

Deputada Professora Bebel participa de manifestação e pede revogação do aumento da tarifa de ônibus

A presidenta da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de Ensino do Estado de São Paulo), a deputada estadual Professora Bebel (PT) participou no final da tarde desta quarta-feira, 05 de janeiro, da manifestação organizada pelo movimento “Pula Catraca”, realizado na praça do Terminal Central de Integração de Ônibus de Piracicaba, quando pediu a revogação do decreto que instituiu o aumento na tarifa. Carregando faixas e bandeiras, os manifestantes distribuíram panfleto aos usuários do sistema de transporte, conclamando a se unirem ao movimento de pressão ao prefeito Luciano Almeida para que revogue o decreto que aumentou a tarifa dos ônibus em mais de 16,6%, passando de R$ 4,80 para R$ 4,60 desde a última terça-feira, 04 de janeiro.

Durante a manifestação, que contou com a participação de militantes de partidos políticos, como do PT, PC do B, PDT, PCO, UP, além de movimentos sociais e estudantis, a deputada Professora Bebel disse que é “insustentável” para o trabalhador de baixa renda arcar com mais este aumento na tarifa do transporte coletivo da cidade e fez duras críticas ao prefeito Luciano Almeida. “Ou a gente para o Luciano ou o Luciano para Piracicaba. O trabalhador não teve esse mesmo reajuste. Portanto, esse aumento na tarifa vai pesar muito no bolso do trabalhador e é inadmissível neste momento, quando ainda vivemos a pandemia do coronavírus e aumento nível de desemprego da população”, declarou, sob aplausos dos participantes.

Os vereadores Paulo Campos (PSD), Acácio Godoy (PP) e Zezinho Pereira (DEM), mesmo partido do prefeito Luciano Almeida, também participaram da manifestação e criticaram duramente o chefe do executivo pela medida sem nenhuma discussão com a sociedade organizada. Paulo Campos e Zezinho Pereira também elogiaram a participação da deputada Bebel em se somar ao movimento. Eles também criticaram a qualidade do transporte e o reduzido número de ônibus que não vem atendendo as necessidades da população.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta