Deputada Bebel considera inadmissível fechamento do albergue noturno

Deputada Bebel considera inadmissível fechamento do albergue noturno

Para a deputada estadual Professora Bebel (PT), é “inadmissível o encerramento do convênio entre a Prefeitura de Piracicaba e o Núcleo Espírita Vicente de Paula, que precipitou o fechamento do albergue noturno, após 73 anos de funcionamento. A entidade (localizada na rua Prudente de Moraes, 1900, no bairro Alto), realiza um atendimento importantíssimo na cidade, reconhecido pela qualidade com que acolhe pessoas para tratamento médico e mulheres vítimas de violência”, escreveu a parlamentar em suas redes sociais, informando que atuará junto à Prefeitura para que esse fato não se concretize.

A deputada escreveu ainda que o  recurso repassado pela Prefeitura era imprescindível à manutenção de suas atividades. Gesto de insensibilidade no momento em que os espaços de acolhimento especializado rareiam em Piracicaba.

O  albergue noturno mantido pelo Núcleo Espírita Vicente de Paula, conforme notícia veiculada pela imprensa, encerrará as atividades em 31 de dezembro deste ano, em função da não renovação de convênio com a entidade pela prefeitura, que diz que vai transferir os atendimentos para a Casa de Passagem da cidade.

O albergue, que se consolidou como uma casa de acolhimento, atualmente, de acordo com Teresinha Ott Vale, presidente do núcleo que mantém o espaço, atende de 10 a 15 pessoas por dia atualmente, mas  durante a “Operação Inverno”, que dura três meses, o local chegou a abrigar 33 pessoas por noite. “Sem o convênio, não temos condições. Não temos nenhuma outra fonte de renda. A gente sobrevive com esse convênio que nós temos”, conta. O repasse anual da prefeitura era de R$ 460 mil.

Além de atender pessoas de passagem pela cidade, o albergue recebia vítimas de violência doméstica e pessoas que deixavam centros de detenção e precisavam de algum lugar para passar a noite provisoriamente. O espaço também intermediava passagem de ônibus até as cidades de origem. Com o fim da parceria, a direção da instituição já avisou que serão dispensados dois cuidadores, duas faxineiras, uma cozinheira e uma funcionária do setor administrativo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta