Bebel cobra vacinação para os professores do CASE, Centro de Reabilitação e APAES do Estado de São Paulo

Bebel cobra vacinação para os professores do CASE, Centro de Reabilitação e APAES do Estado de São Paulo

A deputada estadual Professora Bebel (PT) quer a vacinação de todos os professores que estão na linha de frente no atendimento às crianças e adolescentes tanto em Piracicaba como nas demais cidades do Estado de São Paulo, como é o caso dos que atuam no Centro de Atendimento Sócio Educativo (CASE), Centro de Reabilitação e Apae. Para isso, a deputada encaminhou indicação nesta semana ao governador João Doria (PSDB) e ao prefeito de Piracicaba, Luciano Almeida, assim como às secretarias municipais de Saúde e Educação do município, solicitando  a inclusão de todos os profissionais que trabalham nas instituições de ensino especiais para também receberem a vacina de imunização, uma vez que  trabalham diretamente com alunos e da mesma forma correm o risco de serem contaminados pelo coronavírus. 

No documento dirigido ao governador, a deputada diz que tendo em vista a essencialidade das ações exercidas pelos trabalhadores dos CASE, que atendem crianças e adolescentes cotidianamente, e pela natureza da atividade, que pressupõe o contato direto com o público, tais trabalhadores são expostos, diariamente, ao contato com a infecção da Covid-19, e por isso, a necessidade da presente indicação.

Já ao prefeito Luciano Almeida e seus secretários, a Professora Bebel  destaca que  por conta do contato direto com os alunos, o governo do Estado aprovou a vacinação contra a Covid-19 para todos esses trabalhadores da educação básica, acima de 18 anos, a fim de combater a transmissão do vírus que vem ceifando milhares de vidas humanas. “Acontece que, além dos profissionais que atuam diretamente na educação básica, existem profissionais, que mesmo não atuando diretamente nas escolas estaduais ou municipais, exercem atividades com alunos dessas escolas, tendo contato direto com eles e, ficaram excluídos do grupo de risco mencionado no item anterior.  Desta forma, não podemos ignorar que os profissionais da educação que atuam em projetos educacionais desenvolvidos junto a outras entidades de ensino da nossa cidade, como Centro de Reabilitação, APAE, CASE, dentre outros, também estão expostos aos riscos e devem também serem vacinados contra a Covid-19”, reforça.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta