“Ame seus rins. Dose sua creatina!” foi tema de Campanha na Santa Casa de Piracicaba

“Ame seus rins. Dose sua creatina!” foi tema de Campanha na Santa Casa de Piracicaba

Com o tema “Saúde dos rins para todos. Ame seus rins. Dose sua creatinina!”, o DMR – Dia Mundial do Rim, tem como objetivo reduzir o impacto da doença renal em todo o mundo e foi realizado também na Santa Casa de Piracicaba.

Comemorado toda segunda quinta-feira do mês de março, em 2020 a data neste ano, foi celebrada nesta quinta-feira, dia 12.
Durante este dia, a equipe da Unidade de Nefrologia da Santa Casa de Piracicaba esteve com uma equipe multiprofissional, que realizou ações voltadas aos cuidados e informações sobre a saúde dos rins.

O evento aconteceu no estacionamento ao lado da clínica e foi aberto ao público, contando com o apoio do Santa Casa Saúde.

O diretor da Unidade de Nefrologia da Santa Casa de Piracicaba, Alex Gonçalves, ressalta que o tema desse ano “Ame seus rins. Dose sua creatina!”, propõe uma cobertura universal de saúde para prevenção e tratamento precoce da doença renal. “O objetivo é o de promover a saúde da população, garantindo o acesso universal, sustentável e equitativo provendo os cuidados essenciais, e de alta qualidade na saúde, e permitindo a acessibilidade à informação e tratamento da doença renal nos diferentes grupos socioeconômicos”, ressalta.

A campanha mundial é organizada no Brasil pela SBN (Sociedade Brasileira de Nefrologia), que desenvolve ainda o material informativo e educativo relacionado ao tema foco escolhido a cada ano.

“É uma campanha para estimular as pessoas a terem um hábito saudável de vida, principalmente às de grupo de risco, como hipertensos, diabéticos, pacientes com sobrepeso e obesidade, tabagistas e pessoas idosas. No entanto, qualquer pessoa pode desenvolver uma doença renal, então o cuidado deve partir de todos” ressalta.

Atualmente, na Unidade de Nefrologia da Santa Casa, passam por tratamento 297 pacientes, sendo 205 na modalidade hemodiálise onde são divididos em nos três turnos de atendimento 3x na semana, 40 em diálise peritoneal, modalidade realizada na residência após treinamento específico e 52 pacientes submetidos a transplante renal que realizam acompanhamento mensal na Unidade. Em todo país, o número de pacientes com doença renal crônica cresce a cada ano. Dados da SBN mostram que, a cada ano, cerca de 21 mil brasileiros precisam iniciar tratamento por hemodiálise ou diálise.

O diagnóstico precoce da doença poderia amenizar o que vem sendo a causa de pelo menos 2,4 milhões de mortes por ano, segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia.

A média anual de transplante renal no país, de acordo com a ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos) é de 6 mil. Até dezembro de 2019 o Brasil já havia realizado 82.506 transplantes de rim.

O SUS (Sistema Único de Saúde) é responsável por pouco mais de 80% das diálises feitas no país.

 

 

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta