Parceria entre a prefeitura e o projeto “Corredor Caipira” viabilizará ações ambientais em “Corredor Caipira”Águas de São Pedro

Parceria entre a prefeitura e o projeto “Corredor Caipira” viabilizará ações ambientais em “Corredor Caipira”Águas de São Pedro

Uma reunião entre a equipe do projeto “Corredor Caipira”, patrocinado pela Petrobras e autoridades de Águas de São Pedro, entre as quais o prefeito João Victor Barboza (Cidadania) selou na semana passada, uma parceria para ações ambientais.

O grupo visitou espaços públicos, como o
bosque municipal e o mini-horto, que devem ser utilizados para trabalhos de educação ambiental e para implantação de
áreas demonstrativas de reflorestamento.

O projeto “Corredor
Caipira – Conectando Paisagens e Pessoas”, que é realizado em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e com patrocínio da Petrobras, através da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), busca implantar 45 hectares de
florestas e agroflorestas e formar corredores agroecológicos que conectam importantes fragmentos florestais em diferentes municípios do interior paulista.

O projeto é realizado pela Fealq (Fundação de Estudos Agrários Luiz de
Queiroz) e pelo Núcleo de Cultura e Extensão em Educação e Conservação
Ambiental (Nace-Pteca) da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz
de Queiroz/Universidade de São Paulo).
Aprovado na última Seleção Pública do Programa Petrobras Socioambiental,
o “Corredor Caipira – Conectando Paisagens e Pessoas” passou a contar
com o patrocínio da Petrobras. Entre os parceiros, estão comunidades
locais, pesquisadores, educadores, empresas, instituições de pesquisas e
órgãos ambientais da esfera pública.

O prefeito destaca a importância do projeto, tanto para a cidade, como para a região.
“Águas de São Pedro e os municípios que estão englobados no projeto têm
um potencial muito grande para evolução ambiental. As áreas ambientais
que nós temos, como o bosque municipal e o mini-horto, têm potencial
para que se unam ao projeto na parte de educação ambiental e em outras
atividades”, afirma o prefeito.

Em visita aos espaços públicos mencionados, Henrique Campos, um dos
coordenadores técnicos do projeto, destacou que o foco das ações no
município deve ser a realização de processos de educação ambiental, de
forma a utilizar as áreas existentes.

“Há a possibilidade do projeto contribuir com a conservação dessas
áreas, que podem servir como áreas demonstrativas, com grande potencial
de visibilidade e conservação ambiental, não só para a população local,
mas também para moradores de outras cidades por meio do turismo, que é
muito forte no município”, diz Campos.

Também coordenador técnico do “Corredor Caipira, Germano Chagas destacou
as áreas conhecidas pela equipe do projeto e a parceria com o poder
público.

“O apoio da prefeitura é muito importante, ao contribuir com a participação da comunidade. Quando nós voltarmos a ter atividades presenciais, o Executivo pode auxiliar com questões de logística e
disponibilização de infraestrutura, por exemplo”, explica.

Consultor do município na área ambiental, Dilson Ferreira afirmou que
este é o “momento ideal” para a execução das ações propostas.

“Recentemente, entreguei um plano diretor de meio ambiente e urbanismo para a cidade e, agora, vou fazer o levantamento de nossas áreas verdes.
O projeto vai contribuir muito com esse processo”, diz.

“As primeiras ações que nós temos que fazer é a conscientização e
trabalhar a educação ambiental juntos aos moradores e até mesmo com os
visitantes. E, a partir daí, avançar no projeto, no mini-horto e no
bosque, e iniciar o trabalho operacional”, pontua Dilson.
A expectativa é que, em breve, os coordenadores do projeto e a
prefeitura de Águas de São Pedro firmem a parceria formalmente, para
início dos trabalhos.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta