Oficinas discutem Plano de Ação da Área de Proteção Ambiental em Ipeúna

A Prefeitura de Ipeúna em parceria com a Fundação Florestal, da Secretaria de Infraestutura e Meio Ambiente do Governo de São Paulo, através da APA Corumbataí e Piracicaba – Área de Proteção Ambiental -, promoveu três oficinas para discutir o Plano de Ação Emergencial da Área de Proteção Ambiental (APA) Corumbataí. Os encontros foram realizados nos dias 24 de abril, 08 e 15 de maio.

De acordo com o químico Marcio Antonio Gomes Ramos, membro do Conselho Consultivo Unificado das APAs Corumbataí e Piracicaba, o próximo passo será a apuração de todos os temas/diagnósticos abordados priorizando os mais importantes e avaliar as condições de tomadas de decisões, contribuir os resultados com o Programa Cidade Verde & Azul, comparando-os com os demais municípios pertencentes da APA’s relacionando os diagnósticos mais relevantes em comum entre os municípios, contribuindo com a elaboração do plano de ação emergencial de áreas de proteção ambiental.

O Plano de Ação Emergencial é o documento que substituirá temporariamente o Plano de Manejo da UC, que estabelece o zoneamento e as normas que devem presidir o uso da área e o manejo dos recursos naturais, inclusive a implantação de estruturas físicas necessárias à adequada gestão da UC. Sem este documento, não é possível atingir os objetivos de conciliar a conservação do patrimônio natural com o desenvolvimento humano sustentável.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta