Atividades marcam o dia do Livro na EMEI Maria Luisa em Ipeúna

“Deu a louca nas fadas” é o título da peça de teatro encenada na quarta-feira (04), na EMEI Maria Luisa Zanoni Prata, que marcou o encerramento das atividades em alusão ao Dia do Livro, comemorado na quinta-feira (29). A peça foi apresentada nos dois períodos e garantiu a diversão dos pequenos. As atividades incluíram ainda Sacola da Leitura, contação de história e mostra de artes, com peças produzidas com a ajuda dos alunos.

Dezenas de olhinhos espertos e brilhantes acompanhavam todos os movimentos que contaram de uma maneira muito divertida, criativa e satírica os contos, onde a princesa não é aquela menina meiga e inocente, a bruxa não é tão malvada, as fadas são um tanto atrapalhadas. “A ideia é trabalhar com as crianças conceitos presentes em nosso dia a dia, como amizade, educação, companheirismo, de forma lúdica”, explicou Elaine, uma das componentes do grupo de teatro. A apresentação teve a participação especial de uma das educadoras da creche, como narradora da história.

O evento agradou em cheio as crianças. “Ela é escandalosa!”, gritou André, 4 anos, em meio a gargalhadas, após mais uma das peripécias da Fada Verde. Para a diretora da escola Rosangela Leite Penteado, o evento atingiu seu objetivo. “Trabalhamos os livros, a contação de história para despertar a atenção deles para o prazer da leitura. Com as encenações, trouxemos para o contato real os personagens que eles só tinham visto nos livros e na TV. Ficaram encantados”, afirmou.

Já a coordenadora pedagógica Joseane Raphael Leite afirma que embora os alunos ainda não saibam ler o contato com os livros deve ser incentivado desde a mais tenra idade. “A literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. Por isso, é importante incentivá-las desde cedo”, afirma.

O grupo de teatro voluntário é formado por mães de alunos da escola Dom Pedro I, de Rio Claro. “O trabalho já tem dois anos e começou por acaso, quando a escola lançou o evento Talento de Pais, nos unimos para encenar uma peça. Deu certo e passamos a nos encontrar semanalmente e já apresentamos em outras escolas e temos outros trabalhos, como o musical O Circo, encenado recentemente na APAE Rio Claro”, informou Elaine. Para a diretora Rosangela essa é uma forma da comunidade participar efetivamente da rotina da escola. “Essa integração é possível e traz benefícios para todos. Um exemplo a ser seguido”, comenta.

Ainda dentro das atividades alusivas ao Dia do Livro, na quinta-feira (29) foi apresentada através de teatro a história “Lolita, a Minhoca Colorida”, no período da tarde e, o teatro de fantoches da história da Emília, do Sítio do Pica-Pau Amarelo, que teve a participação das professoras e educadoras da EMEI. Paralelamente, esteve aberta à visitação pública a mostra “Construindo com materiais recicláveis”, com painéis sobre diversos temas: folclore, animais, vogais, corpo humano, entre outros temas.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta