Ipeúna participa da Campanha Nacional de Multivacinação para crianças e adolescentes

A Campanha Nacional de Multivacinação – que será realizada entre os dias 24 e 30 – visa atender crianças menores de 5 anos de idade (até 4 anos 11 meses e 29 dias) e crianças e adolescentes na faixa de 9 a menores de 15 anos (até 14 anos 11 meses e 29 dias). O Dia D será no sábado (24), com atendimento das 8h às 16h, na Unidade de Saúde da Família; nos demais dias, a vacinação será das 7h às 15h.

A coordenadora da Estratégia de Saúde da Família (ESF), Renata Abdalla Zani, destaca que o objetivo da campanha é colocar em dia a carteira de vacinação de quem estiver com o esquema vacinal incompleto ou desatualizado. Ela orienta que pais e responsáveis levem as crianças e os adolescentes das faixas etárias estabelecidas a unidade de vacinação municipal, nesse período, para que a carteira de vacinação seja avaliada. Segundo ela, serão ofertadas na campanha todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente.

“É importante que a carteira de vacinação seja avaliada pelo profissional de saúde para que a criança ou o adolescente não corra o risco de ficar sem a proteção que precisa, principalmente porque estamos em fase de transição do plano de erradicação mundial da poliomielite e o esquema e a composição dessa vacina – que é administrada em menores de 5 anos – estão sendo alterados”, ressaltou Renata.

Poliomielite – A vacinadora Silvana Pazetto explicou que até o ano passado eram aplicadas duas doses da vacina inativada contra poliomielite (VIP), injetável, aos 2 e aos 4 meses, e a terceira dose e os reforços eram feitos com a vacina oral contra poliomielite (VOP), ou seja, a gotinha, aos 6 e aos 15 meses e também aos 4 anos de idade.

A partir deste ano, as crianças passaram a receber as três primeiras doses do esquema com a VIP aos 2, aos 4 e aos 6 meses de vida. Já a VOP continua sendo administrada como reforço aos 15 meses, aos 4 anos e também durante a campanha nacional de multivacinação, para que as crianças tenham oportunidade de receber a vacina caso estejam com o esquema vacinal incompleto.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta