Ipeúna obteve conceito alto no atendimento à primeira infância

O relatório da Fundação Seade do Índice Paulista da Primeira Infância (IPPI) referente ao ano de 2014, mostra que o município de Ipeúna possui alta capacidade em promover o desenvolvimento infantil por meio do acesso aos serviços de saúde e educação voltados às crianças menores de seis anos.

Os dados foram divulgados no final de setembro pela Fundação Sistema de Análise de Dados (Seade).

O Índice classifica os 645 municípios do Estado de São Paulo segundo a oferta e utilização dos serviços de saúde e educação para a população de 0 a 6 anos residente em cada município.

O projeto foi realizado por solicitação e parceria com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e faz parte do programa “São Paulo pela Primeiríssima Infância”, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

O prefeito Ildebran Prata diz que as áreas de saúde e educação são prioritárias em sua gestão e que todas as ações são planejadas a fim de garantir as metas estabelecidas.

“A educação e a saúde mantém estreita relação com o futuro do nosso município. A primeira é ponto de partida para o crescimento individual; oportunizar o acesso à educação é investir a médio e longo prazo na cidadania, em igualdade e justiça social. Assim como o acesso à saúde de qualidade traz reflexos na melhoria das condições de vida da população”, ressalta.

O prefeito ressalta que aproximadamente 37% do orçamento anual é destinado à área da Saúde.

Para a elaboração do IPPI dos municípios, foram incluídos, no tópico da saúde, os percentuais de nascidos vivos com baixo-peso (menos de 2,5 kg) e de partos não cesarianos realizados no SUS, além dos resultados obtidos nas taxas de mortalidade na infância (menores de cinco anos) e de mortalidade por causas evitáveis em menores de um ano.

na área da educação, foram consideradas as matrículas em creche em relação à população de 0 a 3 anos e em pré-escola em relação à população de 4 e 5 anos.

Também foram contabilizados os números médios de docentes com ensino superior para cada 26 crianças e de profissionais por turma, nas creches das redes pública e conveniada.

Ipeúna obteve o índice 0,7894, classificando-se no Grupo 5. Na educação, Ipeúna atingiu em 2014, o índice máximo: 1. Já na área da saúde, o índice foi de 0,5788.

Para resumir as informações do Índice Paulista da Primeira Infância, foram construídos seis grupos de municípios segundo os percentis de 10, 30, 50, 70 e 90. Os grupos resultantes são: Grupo 1: muito baixo – engloba os municípios com até 0,507 pontos no IPPI; Grupo 2: baixo – composto pelos municípios que atingem valores acima de 0,507 até 0,611 no IPPI; Grupo 3: médio baixo – formado pelos municípios que atingem valores acima de 0,611 até 0,683; Grupo 4: médio – engloba os municípios com valores acima de 0,683 até 0,738 no IPPI; Grupo 5: alto – classifica os municípios com valores acima de 0,738 até 0,813 no IPPI e Grupo 6: muito alto – corresponde aos municípios com valores acima de 0,813 no IPPI.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta