Ipeúna é destaque mais uma vez na Educação

Depois de alcançar a 12ª posição dentre 5281 municípios de todo o Brasil no Ranking de Eficiência dos Municípios – REM, na área da saúde, Ipeúna se destaca pela melhora significativa dos índices da Educação aferidos pelo IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Ministério da Educação.

Divulgado na tarde da última quinta feira, dia 08, o município de Ipeúna salta de 5,7 para 6,4 nessa avaliação que mede os níveis de proficiência em leitura, escrita e matemática em todo o Brasil.

Professor Tiago Alves, Secretário Municipal da Educação desde 2009, período dos últimos mandatos do Prefeito Ildebran Prata comenta: “-Estou extremamente feliz com os resultados que tivemos contato nos últimos dias, resultados esses que fecham com grande louvor o trabalho de praticamente 8 anos a frente da Educação do município. Entendemos que essa melhora só foi possível graças ao brilhante trabalho dos professores, nutricionista, merendeiros, servidores da limpeza, pessoal de apoio em geral das escolas, diretores e coordenadores, supervisão, enfim, todos estão envolvidos com o processo de ensino-aprendizagem de nossas escolas. A Educação em Ipeúna é feita de forma completa, com aprendizagem adequada e com bons tratos para os alunos que recebem, em alguns casos 5 refeições diárias, material escolar de qualidade e muito carinho de todos que os envolvem. Gostaria de agradecer nesse momento a confiança em mim despendida pelo nosso querido prefeito Ildebran Prata a quem admiro e tive o prazer de trabalhar junto nesses praticamente 8 anos de mandato. Reconheço que muito ainda há por fazer, muito há para melhorar, nossas crianças merecem muito mais do que já foi feito, torço para quem assumir o município nos próximos anos tenha esse mesmo carinho e trabalho sério para com a Educação.” – finaliza

Os índices de Ipeúna realmente são de surpreender e tirar elogios de todos, na Educação, no REM que mede a eficiência na aplicação dos recursos públicos, ou seja, se os recursos estão sendo bem empregos e com fim claro para que se destina, sua “nota” é 0,723 enquanto a média nacional é 0,509, que representa 42% a mais, já no IDEB que mede a aprendizagem real dos alunos sua “nota” é 6,4 superando a média nacional das escolas públicas em mais de 20%, media nacional é 5,3. Lembrando que no primeiro ano de mandato anterior, 2009, a média era de 5,2.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta