Secretário de Governo de Charqueada intensifica ações por desenvolvimento Regional

Secretário de Governo de Charqueada intensifica ações por desenvolvimento Regional

Pensando no desenvolvimento regional, a administração de Charqueada vem intensificando a troca de experiências com cidades vizinhas. O objetivo é claro: unir esforços para ampliar a oferta de emprego e geração de renda em nível regional, que têm em comum a proximidade entre os municípios e a facilidade de absorver e compartilhar conhecimento.

Com esse propósito, o secretário de Governo de Charqueada, Ewerton Clemente, esteve reunido nesta quinta-feira (29/04), reunido com José Guidotti Júnior, Secretário de Desenvolvimento Econômico de Piracicaba. Eles estiveram acompanhados dos responsáveis pelo Turismo e Meio Ambiente de Charqueada: Gabriel Campos e Marcelo Eric, respectivamente.

O objetivo da reunião, que aconteceu na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Piracicaba, foi justamente aproximar os municípios ao ponto de que o desenvolvimento econômico aconteça com um pensamento regional.

Ewerton propôs a retomada da discussão de um Plano de Desenvolvimento Regional, que já acontecia no passado.

“A ideia é unir os municípios que compõem esse aglomerado urbano e juntos pensamos estrategicamente num plano de desenvolvimento que atenda as demandas da região como um todo, além de possibilitar um avanço particular de cada cidade”, disse Clemente.

O secretário Junior Guidotti ficou bastante animado com a reunião e demonstrou total interesse em contribuir com este projeto. Ele também acredita que o desenvolvimento deve acontecer de forma regional.

“Piracicaba tem hoje uma fila de empresas querendo se instalar na cidade e os distritos industriais estão chegando ao limite. Ao pensar em desenvolvimento regional, essas empresas podem ser remanejadas para municípios da região, como Charqueada por exemplo. Piracicaba não pode pensar de forma exclusiva, pelo contrário”, disse.

O turismo e as questões de meio ambiente também foram citados como vetores de desenvolvimento regional. Segundo Gabriel Campos, o turismo já acredita muito nessa ideia de regionalização e agora com a retomada do setor isso tende a se fortalecer ainda mais.

Marcelo, por sua vez, também defendeu a importância de pensar em políticas públicas para a coleta seletiva e a gestão integrada das ações voltadas aos resíduos sólidos, possibilitando um gerenciamento de forma coordenada às cidades da região que enfrentam este grande desafio ambiental.

“Agora o próximo passo será uma reunião com o IPPLAP – Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba, para definir ações concretas que levem à construção desse Plano de Desenvolvimento Regional”, concluiu Ewerton.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta