Romeu Verdi obtém certificado para construção de casas populares em Charqueada

Romeu Verdi obtém certificado para construção de casas populares em Charqueada

O prefeito Romeu Verdi, esteve em São Paulo nesta quarta-feira (24/06), onde participou reuniões na Secretaria de Habitação do Estado de São Paulo para retirar o certificado do GRAPROHAB, permitindo a sequência ao projeto para a construção de 40 casas populares no bairro Paraisolândia, em Charqueada. Na oportunidade, esteve acompanhado dos engenheiros Nilton e Alexandre e do doutor Carlos Eduardo Del Pino, procurador Jurídico do município.

As autoridades também entregaram os projetos aprovados na CDHU e fizeram uma visita técnica aos modelos das casas que serão implantadas em Charqueada, as obras devem ter início dentro de 90 dias.

Aproveitando a estada, visitaram ainda o departamento da Cidade Legal, onde firmaram o convênio em setembro de 2018, para a regularização de loteamentos irregulares no município.

“Mesmo durante a pandemia, graças aos nossos esforços e do convênio assinado com o Governo do Estado dentro do programa Cidade Legal, conseguimos caminhar com a regularização e dar mais um passo para a construção destas 40 casas que beneficiarão muitas famílias de Charqueada”, disse Romeu Verdi.

Município tem 337 inscrições registradas para moradias populares

Charqueada recebeu, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), 337 inscrições para o sorteio das 40 moradias populares. Ainda será divulgado, em momento oportuno, os cidadãos contemplados com o programa.

As casas, terão 47,87 m² de construção, dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro. As unidades habitacionais serão destinadas às famílias com renda familiar bruta mensal entre R$ 1.200 e R$ 5.817,75.

Do total de casas, 33 serão destinadas para o público em geral, três para deficientes físicos, duas para idosos e outras duas para policiais ou agentes penitenciários. O empreendimento habitacional Charqueada-C será construído na rua Bom Jesus, sem número, no bairro Paraisolândia.

As condições do financiamento são variáveis de acordo com a renda familiar comprovada. O valor máximo para financiar é de até R$ 145 mil, e o prazo máximo é de até 360 meses. Os subsídios aceitos vão de R$ 10 mil a R$ 40 mil.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta