Fernando Ciaramello lamenta aumento de apena R$ 11 no vale-alimentação dos funcionários de Charqueada

Fernando Ciaramello lamenta aumento de apena R$ 11 no vale-alimentação dos funcionários de Charqueada

Fazendo uso da Tribuna Livre durante a 10ª sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada na terça-feira, dia (7/05), o vereador Fernando Piva Ciaramello (PSDB) lamentou o aumento de apenas R$ 11,00 no vale-alimentação do funcionalismo público charqueadense, concedido pelo executivo municipal. De autoria do Executivo Municipal, o projeto de lei complementar nº 20/19, que trata do assunto, dará entrada na Câmara na próxima Sessão Ordinária (dia 14/05).

De acordo com Ciaramello, os vereadores foram induzidos a retirarem muitos direitos dos servidores públicos durante o inicio do mandato do prefeito Romeu Verdi (PSDB), como a data-base e descontos no valor do vale-alimentação mesmo mediante atestado médico, isso devido ao déficit herdado da administração anterior. “Assumimos um compromisso com essa administração, quando tivesse com as contas controladas, reaver os direitos aos funcionários em reconhecimento ao empenho de cada um, o que não aconteceu”, disse o vereador.

Para Ciaramello o valor de R$ 11,00 de aumento no vale-alimentação do funcionalismo público, proposto pelo Executivo, gera desestímulo à classe. “Esse aumento demonstra a falta de reconhecimento por parte da Administração com os funcionários que desempenham várias funções diante a falta de mão de obra, em todas as áreas, causando um completo desestímulo entre àqueles que vestem a camisa”, afirmou, apresentando um folheto promocional de um supermercado da cidade com promoções de produtos comparando o que os servidores conseguiriam comprar com o valor do aumento sugerido. “1 kg de ponta de alcatra a R$ 16,99 não dá para comprar; 5 kg de Arroz Prato Fino a R$ 14,87 também não dá para comprar; papel higiênico a R$ 12,98 (idem)”, completou Ciaramello.

“Esse aumento de R$ 11,00 no vale-alimentação é uma vergonha; a atual Administração deveria ter mais consideração pelo funcionalismo público”, finalizou o vereador que se disse engando.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta