Autoridades fazem reunião com membros da sociedade civil para nova discussão sobre pedágio em Charqueada

Autoridades fazem reunião com membros da sociedade civil para nova discussão sobre pedágio em Charqueada

O prefeito Rodrigo Arruda (DEM) recebeu na última sexta-feira (10) os deputados Roberto Morais e Alex da Madureira, vereadores e representantes da sociedade civil para uma nova discussão sobre os pedágios da região, em particular a praça de pedágios instalada em Charqueada. O grupo articula novas frentes para tentar ao menos uma alternativa mais viável e que não onere tanto o bolso dos charqueadenses e cidadãos vizinhos.

“A união é o primeiro passo para conseguirmos algo. Vamos agir dentro da legalidade, fazendo as coisas de forma correta. Por isso este apelo às autoridades com respaldo de parlamentares e do povo. Charqueada precisa de uma saída para este assunto, não podemos ser penalizados dessa forma”, afirmou o chefe do Executivo charqueadense.

A reunião, que aconteceu no gabinete da prefeitura, contou com a presença dos deputados estaduais Roberto Morais e Alex de Madureira. “É de suma importância este apoio dos parlamentares, que são nosso elo de contato direto com o governo estadual e dão peso nos nossos pleitos”, completou Arruda.

Representando a sociedade civil, Letícia, também esteve no gabinete do prefeito acompanhada de outros populares. Ações devem ser tomadas até que a Artesp não se posicione de forma clara sobre o assunto, buscando a união do poder público e dos parlamentares com atuação na região.

Pedágio na região

As cobranças acontecem nas rodovias Geraldo de Barros (SP-304), no km 183+400 entre Piracicaba e São Pedro, o valor inicial da tarifa é de R$ 5,89, chegando a R$ 12,40. Na Rodovia Hermínio Petrin (SP-308), no km 182+250 entre Piracicaba e Charqueada, os valores vão de R$ 5,22 a R$ 11.

Segundo a concessionaria Eixo SP, há um sistema diferente de cobrança nas praças, com desconto progressivo para quem usa o trecho frequentemente. O desconto pode chegar a 80% para quem passa mais de 30 vezes na praça de pedágio dentro de um mês. Além disso, há um desconto de 5% para todos os motoristas que usam o sistema de cobrança automático nos veículos.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta