Após reivindicações da prefeitura de Charqueada empresa faz manutenção nas SP/308 e SP/191

Nesta segunda-feira, dia 20, a Eixo-SP, concessionária responsável por administrar as rodovias SP/308 entre Charqueada e Piracicaba e SP/191 entre Charqueada e São Pedro deu início às obras de reparo da malha asfáltica.

A manutenção está sendo feita nas alças de acessos aos bairros Recreio, Santa Luzia, Jardim Elite e Santa Rita, às margens da rodovia Hermínio Petrin – SP/308.

A secretaria de Governo de Charqueada, Valkíria Callovi, participou de reunião virtual com representantes da concessionária para tratar também de melhorias na rodovia Carlos Mauro – SP/191, que liga Charqueada a São Pedro.

Além de Valkiria Callovi, a reunião contou com a participação de Sérgio Santillan – presidente da Eixo, Robinson D’Avila – diretor-superintendente de Engenharia e Maurício Góes, Relações Institucionais da empresa.

A Eixo expôs que, segundo o contrato firmado, existe a previsão de até dois anos para efetuar as melhorias de pavimento e sinalização. Deve ter início, de imediato, os reparos nos trechos mais problemáticos.

Outros pontos foram discutidos na reunião, entre eles a integração da empresa nas ações de combate à incêndios com utilização de caminhões-pipa e cessão de pessoal treinado para ajudar no combate. A partir da concessão, também ficaram sob responsabilidade da Eixo os socorros de acidentes nas rodovias.

“Estamos fazendo as reivindicações para oferecer maior segurança não apenas os inúmeros de charqueadense que utilizam diariamente essas rodovias, beneficiando também aos demais usuários. A Eixo-SP venceu a concorrência de privatização e desde que assumiu as rodovias estamos em permanente contato buscando não apenas informações, mas que as melhorias sejam de fato realizadas. Podemos ver que tivemos uma boa resposta inicial com a manutenção nas alças de acesso aos bairros que ladeiam a SP/308 e também com uma operação tapa buraco na SP/191, entre Charqueada e São Pedro”, comentou a Secretária de Governo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta