Candidatos de Torrinha e Brotas questionam na Justiça Eleitoral resultados de pesquisas eleitorais divulgadas em jornal

Em Torrinha pesquisa apresenta gráficos com divergências

 

Nesta semana, a divulgação de duas pesquisas para as cidades de Torrinha e Brotas por um jornal de circulação regional, causou tumulto na política das duas cidades.

Dois candidatos, de Torrinha e Brotas questionaram na Justiça Eleitoral resultados de pesquisa eleitoral e a idoneidade do instituto, que é do interior do Paraná.

A pesquisa foi feita pela empresa Patrício & Silva Ltda – ME, com nome fantasia de “London Pesquisas”, o qual segundo uma das representações teria endereços diferentes e não diversas sedes.

Os resultados foram questionados pelo candidato a prefeito de Torrinha, Ronaldo Gasparelo (PV) e pela candidata a prefeita de Brotas, Fernanda Ragassi (PMDB).

Em Torrinha o candidato questiona o aumento da tiragem do jornal de 1800 exemplares para 13 mil exemplares; a alteração do dia, pois a distribuição teria ocorrido na quarta-feira de madrugada e ainda com dados discrepantes.

Além disso, a existência de diversos endereços para a empresa e ausência de nota fiscal eletrônica foram contestados.

De acordo com a representação expressos na capa e o seu texto traz os seguintes resultados: 49,5% – Gil Boteon; 30,9% Ronaldo Gasparelo; 14,4% não sabe (indeciso); e 5,2% nenhum.

Ainda segundo o mesmo teor da representação o gráfico e texto em páginas internas do referido jornal trazem os dados: 49,5% – Gil Boteon; 30,9% Ronaldo Gasparelo; 16,5% não sabe (indeciso); e 3,1% nenhum.

Até a data do fechamento da edição do jornal as representações ainda não tinham sido julgadas de forma definitiva pela Justiça Eleitoral de Brotas, que no entanto, determinou que a empresa responsável pela pesquisa conceda acesso aos dados aos candidatos interessados.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta