Câmara faz economia e garante atendimento no Pronto Socorro de Rio das Pedras

Durante o ano foram repassados R$ 450 mil para que hospital e pronto-socorro não parem de funcionar

 

Prefeitura não vem repassando valor firmado em contrato que tem como objetivo garantir o atendimento a população tanto no hospital como no prono socorro de Rio das pedras.

Diante da situação de agonia que vive o município e principalmente a saúde, a mesa diretora e demais vereadores da Câmara Municipal mais uma vez mostraram sensibilidade e desprendimento para socorrer uma entidade vital para os cidadãos rio-pedrenses.

Desta vez foram repassados R$ 150 mil para que o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo possa continuar atendendo a população no hospital e também no pronto-socorro. O repasse foi efetuado no último dia 21.

Segundo o presidente da Câmara Trudpert Allan Leite Riesterer, o Tutinho, a administração do hospital entrou em contato informando que poderia haver interrupção nos serviços prestados a população em razão de que a prefeitura não vem cumprindo com o repasse previsto no convênio firmado com a entidade que tem como finalidade a manutenção do pronto-socorro municipal.

Com mais este repasse, a Câmara destinou a prefeitura rio-pedrense R$ 450 mil neste ano. Além dos R$ 150 mil para o hospital, o Legislativo repassou outros R$ 300 mil para que a prefeitura pudesse realizar o pagamento dos funcionários públicos que estava atrasado.

“A experiência administrativa de duas gestões como presidente da Casa, permitiu uma gestão mais eficaz, contendo ao máximo as despesas, deixamos de fazer investimentos que poderiam ser úteis para o Legislativo para que pudéssemos auxiliar os funcionários públicos que poderiam ficar sem pagamento e agora os cidadãos que poderiam ficar sem atendimento de saúde. Trabalhamos com muita transparência e responsabilidade na administração dos recursos públicos que nesse momento pode ser evidenciada e auxilia na prestação de serviços essenciais a nossa população que são a manutenção do pronto socorro e também no pagamento dos salários dos funcionários municipais”, afirmou o presidente da Câmara Municipal, vereador Tutinho.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta