Thales Sgorlon e Mário de Barros pedem que trabalhadores de estabelecimentos comerciais sejam vacinados contra Covid-19

Os vereadores de Brotas, Thales Barros Sgorlon (DEM) e Mário de Barros Nunes (DEM) apresentaram durante a 18ª sessão ordinária da Câmara de Brotas, o Requerimento nº 129/2021, direcionado ao Governador do Estado, João Doria (PSDB), apelando para que  inclua os trabalhadores de supermercados, padarias, postos de combustíveis, bancos e casas lotéricas no grupo prioritário da vacinação contra a COVID-19.

Os vereadores destacaram que as categorias necessitam desta medida, já que continuam na linha de frente, convivendo diariamente com diversas pessoas que podem estar infectadas.

“As categorias em questão, não obstante às medidas adotadas para conter a pandemia no Estado de São Paulo, no que concerne à atuação desses profissionais nos determinados estabelecimentos, continuam na linha de frente em seus postos de trabalho, demonstrando a essencialidade de suas funções. Os referidos trabalhadores, mesmo diante das medidas restritivas já adotadas ou das atualmente vigentes para combater a pandemia da Covid-19, a exemplo: “lockdown” e horários restritivos, em momento algum pararam ou se negaram a exercerem suas atividades”, disseram os vereadores. “Muito pelo contrário, continuam atuando na linha de frente no fornecimento de mantimentos, abastecimento dos automóveis, pagamentos de contas, no auxílio aos saques emergenciais etc. Por se tratar de estabelecimentos considerados essenciais, ainda que não exerçam atividades profissionais diretamente ligadas à saúde, mantiveram as portas abertas, funcionando “normalmente” desde a primeira onda, recebendo diariamente movimentação e fluxo de pessoas, que podem ou estão contaminadas (assintomáticos). Desta forma, vacinar esses profissionais merece atenção, em virtude da exposição que estão atrelados desde o início da pandemia. Portanto, a inclusão dos trabalhadores que operam em supermercados, padarias, postos de combustíveis, bancos e casos lotéricas na lista de grupos prioritários é de grande relevância para a segurança desses profissionais, bem como para a preservação da saúde dos clientes que frequentem estes estabelecimentos”, completaram os vereadores brotenses.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta