Polícia Civil vai abrir Inquérito para Investigar Festa Clandestina em Brotas

Nesta segunda-feira, dia 08, o Setor de Fiscalização da Prefeitura Municipal de Brotas, encaminhou ofício ao Delegado de Polícia, solicitando abertura de inquérito policial para apuração de responsabilidade de crime, de acordo com o artigo 268 do Código Penal, aos organizadores de festa, denominada Luau, que foi realizada na região do Espraiado, no último final de semana.

A GCM – Guarda Civil Municipal, esteve no local e constatou o evento através de ocorrência já apresentada na Delegacia.

De acordo com o Artigo 268 do Código Penal, infringir determinação do Poder Público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, resulta pena de um mês a um ano de detenção, mais pagamento de multa.

O Chefe do Setor de Fiscalização, Umberto Battocchio explica que diversas ações tem sido feitas pelo setor, visando sempre a orientação e conscientização dos moradores.

“Ações de orientação e conscientização estão sendo feitas para evitar aglomeração de pessoas. Quem frequenta e organiza eventos deste tipo não tem a noção da situação crítica deste vírus mortal. Portanto, quem não tem essa consciência, amor ao próximo e senso de responsabilidade vai responder criminalmente”, afirmou Battocchio, que ressaltou que o trabalho intenso de fiscalização na cidade vai continuar.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta