“Brotas te espera”: campanha incentiva turista a aguardar quarentena

“Brotas te espera”: campanha incentiva turista a aguardar quarentena

A movimentação intensa nas ruas e estradas de Brotas que levam turistas de várias partes do país para as cachoeiras e outros atrativos que fazem da cidade a capital nacional do turismo de aventura não é a mesma, mas por uma boa razão. A quarentena, respeitada por toda a população e defendida pela administração municipal, é incentivada também ao turista. Mas a Secretaria Municipal de Turismo, ao mesmo tempo, em uma ação voltada para os seus visitantes, convida esse público a voltar e quando as medidas de distanciamento social para frear o coronavírus terminarem.

Na campanha com o mote “Vai passar e Brotas te espera”, empresas que movimentam a cadeia turística brotense veiculam nas redes sociais a mensagem aos seus seguidores. A Secretaria de Turismo também produziu o vídeo “Fique em Casa! Visite Brotas depois” que pode ser assistido no link (http://www.youtube.com/watch?v=kqpcU_8zroY).

“Também incentivamos turistas a postarem em suas redes fotos de visitas à estância turística com a hashtag “relembreemocoes”. É muito gratificante o envolvimento de todos, desde empresários a visitantes, neste momento tão sensível em todo o mundo. Em Brotas, todos têm contribuído para que essa fase seja superada e, em breve, possamos voltar à normalidade”, afirma Fabio Pontes, secretário de Turismo de Brotas.

Transparência:

Grupo intersetorial da administração municipal, que integra também a pasta de Turismo, atua para dar transparência e levar informação aos brotenses e turistas sobre as medidas de combate ao coronavírus. Transmissões ao vivo pela fanpage da Prefeitura são feitas constantemente para informar do trabalho realizado, serviços temporariamente suspensos e os balanços da Secretaria de Saúde.

“A cidade permanece fiel ao seu plano de contingenciamento para que seus cidadãos sigam protegidos. Uma atitude que também contribui com a saúde de quem deseja nos visitar, mas tem consciência de que o momento exige adiar a viagem”, finaliza.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta