Brotas não atingiu IDEB, há baixo retorno de investimentos em educação e alta demanda reprimida na saúde afirma TCE

Brotas não atingiu IDEB, há baixo retorno de investimentos em educação e alta demanda reprimida na saúde afirma TCE

Mesmo com tais apontamos, órgão aprovou contas do prefeito Leandro Corrêa e do então prefeito Capitão Modesto Salviatto

Recentemente, o TCE/SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo), analisou as contas de 2018 da prefeitura de Brotas, período em que a cidade foi parte governada pelo falecido prefeito Capitão Modesto Salviatto e parte pelo atual prefeito Leandro Corrêa (DEM), ocasião em que embora as contas tenham sido aprovadas, o órgão concluiu que a cidade não atingiu IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), há baixo retorno de investimentos em educação e alta demanda reprimida na saúde, além da existência de cargos comissionados sem características de direção, chefia ou assessoramento e concessão de RGA a entes políticos em índice superior ao concedido aos demais servidores da prefeitura.

O órgão destacou que o Município não atingiu a meta do IDEB no último exame realizado em 2017, tanto para os anos iniciais quanto para os anos finais do ensino fundamental.

O relator das contas foi o conselheiro Dimas Ramalho e a decisão da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo foi adotada em sessão de 21 de julho, também pelo voto do Presidente da Câmara, Renato Martins Costa e do Auditor Substituto de Conselheiro Márcio Martins de Camargo.

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta