Autoridades de Águas de São Pedro participam de evento que liberou mais de R$ 200 milhões para as estâncias paulistas em Serra Negra

Autoridades de Águas de São Pedro participam de evento que liberou mais de R$ 200 milhões para as estâncias paulistas em Serra Negra


Na quinta-feira, dia 05, a estância de Águas de São Pedro esteve representada pelo prefeito João Victor Barboza (Cidadania) em evento na cidade de Serra Negra, com prefeitos e lideranças políticas de 70 estâncias e 140 Municípios de Interesse Turístico (MITs).

O encontro, que teve participação do governador João Dória (PSDB) e do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), autorizou a liberação de R$ 202,2 milhões para obras e melhorias de infraestrutura.
O prefeito João Victor esteve acompanhado da primeira-dama e secretária de Promoção Social, Amanda Gonçalves, do secretário de Turismo, César Siboldi, e do assessor Éverton Rocha.

De acordo com o governo do estado, este é o maior volume de recursos liberados nos últimos cinco anos. Na prática, é o retorno dos repasses do DADETUR que haviam sido paralisados por conta da pandemia.
Os valores de repasse individual aos municípios, no entanto, ainda serão definidos.

“A verba do DADETUR sempre foi muito importante para darmos seguimos aos projetos ligados à infraestrutura e ao turismo. Há praticamente dois anos que as cidades-estância não viam mais este investimento. Para Águas de São Pedro, é uma conquista muito importante e não temos dúvida de que esta medida vai contribuir para o crescimento do município”, disse o prefeito.
A Secretaria de Estado de Turismo e Viagens também lançou duas novas iniciativas para fomentar o setor no evento ocorrido em Serra Negra.

O governo firmou um convênio com o Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas) para capacitar empreendedores do turismo de ecoaventura e fez o lançamento do projeto de Turismo Náutico.
O convênio com o Sebrae-SP vai promover a cultura da qualidade, a gestão da segurança e a competitividade das empresas de ecoaventura em mais de 200 municípios. O objetivo é fortalecer o setor em polos como o Vale do Ribeira e o Pontal do Paranapanema.
Já o projeto de Turismo Náutico é dividido em duas iniciativas: uma cartilha que detalha as estruturas que podem ser implantadas em rios, represas e cidades litorâneas, e um passo a passo disponível no portal de Melhores Práticas no Turismo (www.melhorespraticasturismo.com.br/).
São Paulo tem 630 quilômetros de costa marítima, cerca de 4,2 mil quilômetros de rios navegáveis e mais de 50 lagos e represas com potencial turístico.

“Estivemos participando desse importante evento no qual o Governador João Doria anunciou que serão efetuados os repasses dos recursos do DADETUR as Estancias e ficamos felizes com a notícia, sobretudo porque dependemos desses recursos para poder realizar investimentos e melhorias no setor”, comentou o prefeito João Victor Barboza.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta