Águas de São Pedro receberá unidade móvel de artes e cultura do Sesi-SP

Nesta quinta-feira, dia 17, foi fechada mais uma parceria entre a Prefeitura de Águas de São Pedro, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, com o Sesi-SP: a Unidade Móvel de Artes e Cultura.

Entre os dias 26 de junho e 08 de julho, o estacionamento da EMEI Vida (Escola Municipal de Educação Infantil) receberá a carreta com uma série de atividades gratuitas para toda a população, como oficinas, rodas de leitura e contação de histórias.

A carreta também estará equipada com biblioteca, cinema, gibiteca, mídias para acesso à arte digital e uma programação para todas as idades.

O projeto, desenvolvido pelo Sesi-SP em parceria com as prefeituras do Estado de São Paulo, democratiza o acesso a diferentes linguagens artísticas para as comunidades. Escolas e grupos podem agendar atendimento preferencial.

Segundo o secretário de Educação e Cultura, João Paulo Pontes Ferreira, o Sesi-SP tem sido um grande parceiro.

“Na área do esporte temos o PAF (Programa Atleta do Futuro); já recebemos a Carreta Alimente-se Bem e Sabor na Medida Certa; e estamos à disposição para outros projetos da instituição, que prima pela área da educação e cidadania”, destacou. O gestor, também relatou que um dos propósitos é conquistar parcerias para a formação dos funcionários.

No portfólio da Unidade Móvel de Artes e Cultura, um acervo de mais de 5 mil volumes sobre literatura, música, história em quadrinhos, artes plásticas, fotografia, tecnologia e filmes de curta e longa metragem. A unidade ainda conta com uma equipe de mediadores culturais do Sesi-SP para orientar o público.

Do lado de fora da carreta, a Ocupação Artística O Curioso Explorador, do coletivo FITE ART, encoraja os visitantes a descobrirem a ampla gama de possibilidades que podem ser estimuladas por meio da cultura. A obra de Will Ferreira e Michel Japs representa de maneira cômica um arqueólogo desastrado no ato de “desenrolar” uma múmia. A ideia é ampliar o espaço de atuação do graffiti e democratizar a produção de arte urbana.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta