Água e Qualidade de Vida em debate pela EEP

“Água e Qualidade de Vida” é o tema da webinar que a EEP- Escola de Engenharia de Piracicaba promove, por meio da Escola do Legislativo, das 14h às 16h desta quarta-feira, 09, dentro da 4ª SIMAPIRA- Semanas Integradas de Meio Ambiente de Piracicaba. 

Durante duas horas de exposição pelo 

https://www.youtube.com/channel/UCof7kyatk6Sz4xk7lhYc4xQ/featured

professores da instituição acadêmica falarão sobre as “Realidades e desafios da gestão de recursos hídricos – um enfoque as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, tema a ser explorado pelo Prof. Alexandre Vilella; “Infraestrutura de Saneamento”, com o Prof. Daniel Manzi; e “Impactos positivos das boas práticas de gestão de recursos hídricos”, com o Prof. Roberto Padula.  

Manzi considera que, enquanto o município de Piracicaba se destaca no saneamento nacional e a região apresenta índices acima da média, ainda há um grande caminho no Brasil para a universalização dos serviços de abastecimento de água tratada e coleta e tratamento de esgoto.  

Ele considera que as mudanças recentes propostas pelo Marco Regulatório do setor estabeleceram metas e novos critérios que exigem trabalhos de toda a sociedade, criando oportunidades para a academia, para o mercado de empresas diretas e indiretas e para mecanismos financiadores. “Este novo cenário exige engenheiros civis e ambientais e especialistas em infraestrutura de saneamento básico e em recursos hídricos altamente capacitados”, considerou. 

O Prof Padula, por sua vez, reforça a certeza de que “a água é o nosso futuro comum” e torce para o dia em que possamos ter água potável diretamente da torneira, rios limpos e piscosos, produzir e consumir hortifrutigranjeiros e laticínios sadios e abundantes, ambientes urbano e rural perfeita e organicamente integrados e aprazíveis com um forte atrativo turístico. 

Ele revela que esse mesmo sonho foi colocado em prática em Nova York, a grande e rica metrópole americana que segundo ele, vive hoje esta realidade. “Mas nem sempre foi assim; no século passado, eles enfrentavam as mesmas situações que o Brasil vive hoje, para garantir água com quantidade e qualidade para todas as suas atividades”, lembrou.  

Prof Padula conta que para alterar a crítica situação de mananciais ameaçados por processos acelerados de degradação e de contaminação, associados ao uso e má ocupação dessas áreas, a captação de águas brutas com qualidade e quantidade dependia cada vez mais de caros processos. “A saída foi a valorização e integração entre os anseios e necessidades do homem do campo com os da cidade”, disse.  

Como exemplo local, ele cita a implantação da Lei 8989/2018, que cria o pagamento por serviços ambientais. “Uma poderosa ferramenta para a busca, de forma coletiva e negociada, de novos formatos de cooperação entre quem produz e aquele que consome; processo que precisa contar com o apoio e participação das instituições políticas e acadêmicas”, considerou. 

Ao Prof. Alexandre Vilella caberá falar sobre a pandemia e as diversas reflexões que ela proporcionou, tornando as pessoas mais fortes, menos vulneráveis e ainda mais próximas e abertas às ações de sustentabilidade nas cidades e no campo. “São comportamentos essenciais para que possamos conviver dentro de uma nova “normalidade” com relação também à geração de empregos e promoção da saúde”, ponderou. 

Trazendo a reflexão para as bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí e seus 6 milhões de habitantes, onde a FUMEP/EEP está localizada, Vilella destaca os avanços das últimas décadas permitindo que mais de 90% da população tenha acesso à água tratada e mais de 75% dos efluentes domésticos tratados. 

“A Gestão dos Recursos Hídricos e saneamento somado aos desafios nascidos junto ao coronavírus (COVID-19) trazem muitas oportunidades no potencial de geração de 1 milhão de empregos nos próximos cinco anos”, considerou lembrando que o novo Marco Regulatório Legal aprovado se traduz em um dos principais estímulos à retomada da economia após a atual pandemia.  

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta