23ºArrastão Ecológico coleta cerca de 700 kg de lixo do Rio Piracicaba

O 23º Arrastão Ecológico pelo Rio Piracicaba e Campanha Rio Vivo realizado no sábado (25), recolheu 700 kg de lixo do Rio Piracicaba.

Com o tema “ Juntos pela Consciência Ambiental na Bacia do Rio Piracicaba”, esta iniciativa realizada pela Prefeitura de Piracicaba (SP), através do Núcleo de Educação Ambiental – NEA da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), aguas do Mirante, encerrou a Semana da Agua 2017.

O evento aconteceu no Largo dos Pescadores, onde paralelamente aconteceram diversas atividades voltadas para a preservação do meio ambiente, além de apresentações artísticas, com a apresentação da dupla sertaneja “Claudemir e Moises” e também com do coral infantil do Projeto Guri.

Com o apoio da Aperp – Associação dos Pescadores Esportivos do Rio Piracicaba e Afluentes, este ano, a coleta dos materiais inservíveis ocorreu de forma inédita, com os participantes em pelos menos 13 barcos, realizaram a limpeza nas margens do rio.

Na abertura oficial, José Carlos Masson, um dos organizadores do evento, explicou que o formato diferenciado do evento este ano deu-se por prevenção, cuidados com a saúde humana, já que nas margens do Rio Piracicaba existem áreas com risco do carrapato estrela, transmissor da febre maculosa.

O Prefeito Barjas Negri, agradeceu a todos os envolvidos na organização do Arrastão Ecológico, que acontece há mais de duas décadas e que, segundo ele, com certeza já influenciou positivamente uma geração inteira.

23ºArrastão Ecológico coleta cerca de 700 kg de lixo do Rio Piracicaba

23ºArrastão Ecológico coleta cerca de 700 kg de lixo do Rio Piracicaba – Foto: Divulgação

O Prefeito ressaltou também que a união de todos, entidades, associações, escolas, governo, são “de suma importância para criarmos uma cidade cada vez mais sustentável”.

Promovido anualmente com o apoio de diversas entidades e empresas do município, o Arrastão tem como objetivo conscientizar a população para os cuidados com os recursos naturais e a preservação da bacia do rio, explicou a bióloga, Elisabeth Salles Nunes, coordenadora do NEA. A bióloga comentou que outra novidade é que este ano esta ação foi expandida com a realização de várias oficinas educativas, exposições e outras ações, promovidas pelas nove entidades que participaram do evento.

Boa parte deste material acumulado nas margens do manancial é do lixo deixado nas ruas pela população. A conscientização de todos é muito importante para preservação do Rio Piracicaba, o cartão de visita da cidade.

Qualquer lixo, desde uma bituca de cigarro, uma embalagem de sorvete, uma garrafa de refrigerante quando jogadas nas sarjetas e nos bueiros, com a chuva, o destino de todo este material, infelizmente, é o Rio Piracicaba.

Em janeiro, após a cheia do Rio Piracicaba por conta das chuvas, equipes da Sedema recolheram 1 tonelada de lixo do manancial. Estes materiais, trazem riscos tanto para a vida aquática quanto para a saúde da população”.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta