Novo Mercedes-Benz GLB chega ao país com 1.3 turbo por R$ 299.900

Novo Mercedes-Benz GLB chega ao país com 1.3 turbo por R$ 299.900

Tem espaço para 7 pessoas e será oferecido em apenas uma versão

Em pré-venda desde setembro, o novo Mercedes-Benz GLB enfim começa a desembarcar nas concessionárias da marca em todo o país por R$ 299.900 (valor que era praticado na pré-venda). Nascido para ser uma alternativa ao novo GLA (que será lançado no Brasil em 2021) para quem precisa de mais espaço, o crossover de 7 lugares estará disponível em apenas uma versão, o GLB 200 Launch Edition, com motor 1.3 turbo de 163 cv.

Uma mescla de minivan com SUV, o Mercedes-Benz GLB tem uma proposta bem diferente do GLA. Seu design é bem mais retangular, como podemos ver pelo teto alto e a tampa do porta-malas. Tem uma aparência mais robusta do que seu irmão menor, recebendo faróis e grade dianteira maiores. Até o para-choque teve que ser alterado, ganhando duas entradas de ar laterais. Por outro lado, as lanternas são mais finas, destacando o tamanho da traseira.

A plataforma é a mesma do GLA e do Classe A, chamada MFA2, mas com alterações por conta do tamanho do crossover. Mede 4,62 metros de comprimento, 1,82 m de largura, 1,65 m de altura e 2,83 m de entre-eixos (são 10 cm a mais que o GLA). O tamanho extra é usado para aumentar o espaço na parte traseira, já que tem sete lugares. Vale destacar que os bancos extras não são como o de alguns outros veículos, contando com espaço para pernas ao invés de ter um assoalho na mesma altura que o porta-malas.

Como todos os carros abaixo do Classe C e GLC, conta com uma cabine focada no uso do sistema multimídia MBUX, utilizando duas telas de 10,25”, uma para o infotainment e outra para o painel de instrumentos, funcionando por comandos de voz. Entre os equipamentos estão controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, sensor de ponto cego, carregador wireless para smartphones, porta-malas com abertura por movimento, teto solar panorâmico e rodas de liga leve AMG de 19”, usando pneus run-flat.

Desembarca primeiro na versão 200, usando o motor 1.3 turbo de 163 cv a 5.500 rpm e 25,5 kgfm de torque a 1.620 rpm, usando também pelo Classe A Sedan no Brasil. Este propulsor foi desenvolvido em parceria com a Renault, que equipa alguns modelos pelo mundo como Duster e Captur – será oferecido pela marca francesa nos modelos nacionais a partir de 2021. Com ele, o crossover alemão vai de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 207 km/h. Já a transmissão é a automatizada 7G-DCT de dupla embreagem e 7 marchas.

No exterior, ainda existe o GLB 250 4Matic, com o 2.0 turbo de 224 cv, além do GLB 35 AMG 4Matic, também com um 2.0, mas este de 306 cv. A variante esportiva havia sido prometida para o nosso mercado e deveria ser a primeira a desembarcar por aqui, mas os planos mudaram no meio de caminho – a marca também teve que adiar o GLA para 2021.

Fonte: motor1.uol.com.br

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta