XV de Piracicaba empata e busca a vaga de acesso à elite estadual no Estádio Municipal Anacleto Campanella

XV de Piracicaba empata e busca a vaga de acesso à elite estadual no Estádio Municipal Anacleto Campanella

A equipe do XV de Piracicaba empatou com o São Caetano em 0 a 0 nesta quarta-feira, 23, em jogo disputado no Estádio Municipal Barão da Serra Negra, em Piracicaba, pela primeira partida das semifinais do Paulistão A2. O jogo da volta acontece na semana que vem, novamente na quarta-feira, dia 30, às 16h30, desta vez no Estádio Municipal Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Quem vencer estará na decisão do campeonato e garantirá presença na elite estadual no ano que vem.

O sistema de disputa desta nova etapa do torneio continua da mesma forma que a anterior, as quartas de final, ou seja, se a soma dos placares terminar empatada, o confronto será definido nas cobranças de pênaltis. Assim, quem ganhar no ABC paulista, independente do placar, avança. Empate, por qualquer que seja o marcador, levará aos pênaltis. O elenco comandado por Evaristo Piza se reapresenta já na manhã desta quinta-feira, visando esse próximo desafio.

O jogo:

O XV teve uma de suas melhores chances na partida logo aos três minutos, quando Raphael Macena cruzou na segunda trave para Caio Mancha. O camisa 11 cabeceou e Luiz Daniel espalmou, evitando a abertura no placar. Os visitantes responderam dois minutos depois. Alex Reinaldo cobrou escanteio, Joel Vinícius desviou de cabeça na primeira trave e a bola chegou para Everton Dias, no meio da pequena área, cabecear por cima da meta quinzista.

Aos nove minutos, Anderson Rosa chutou forte de pé esquerdo de fora da área, Mota defendeu e no rebote Emerson Santos cabeceou para fora. Jefferson Feijão, aos 17, acionou Caio Mancha na grande área. O jogador do Nhô Quim finalizou de direita, a bola desviou em Domingos, subiu e saiu à direita do gol, pela linha de fundo. Alex Reinaldo, aos 23, tentou surpreender Mota em cobrança de escanteio, tentando o gol olímpico. O goleiro deu um tapa para escanteio.

Raphael Macena, aos 28, em outra boa oportunidade criada, levantou na segunda trave, desta vez para Kadu Barone, que antecipou a marcação e mandou de cabeça, mas a bola subiu demais e o lance terminou em tiro de meta. Alex Reinaldo, aos 44, bateu falta da entrada da área e a bola passou perto da trave direita. Nos segundos iniciais da segunda etapa, que foi mais truncada, Caio Mancha arrematou de longe, para fora, com o 0 a 0 seguindo até o apito final.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta