Rede de parceiros é ponto-chave para o avanço das empresas

Rede de parceiros é ponto-chave para o avanço das empresas

* Por Reginaldo Stocco, CEO da vhsys

Construir boas relações comerciais é essencial para se manter forte no mercado corporativo. Para as pequenas e médias empresas, principalmente, as parcerias estratégicas se tornam excelentes alternativas para explorar novos mercados, atraindo novos públicos e permitindo alcançar novas regiões. Isso é ainda mais expressivo considerando o cenário dos últimos meses e que o empreendedorismo está ganhando cada vez mais força no mercado nacional.

De acordo com pesquisa do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o número de brasileiros que pretendem abrir um negócio nos próximos três anos aumentou 75% em 2020, se comparado ao mesmo período do ano anterior, chegando a 50 milhões de pessoas.

Com esse crescimento do mundo empreendedor, formar parcerias se torna cada vez mais importante. As trocas benéficas entre as companhias, independentemente do segmento ou tamanho, que constituem a área de canais, são caminhos muito promissores para quem quer se consolidar no mercado.

Para as empresas mais experientes, é possível auxiliar as menores a desenvolver mais produtos no portfólio, a ter um diferencial competitivo e a garantir novas fontes de receita. Em troca, ganham acesso a novos serviços e uma expansão em novos mercados que, por vezes, são mais específicos. 

Rede de parceiros

Há muitas formas de traçar estratégias para formar uma rede de parceiros, como, por exemplo, capacitação, engajamento, desenvolvimento da parceria, prospecção ativa, entre outras. A avaliação e escolha dos melhores parceiros depende bastante do objetivo final de cada empresa. 

No entanto, há pontos que podem ser considerados no geral, como tempo de mercado, modelo de operação e sinergia com o público-alvo. Além disso, podem ser ponderados a carteira de clientes, a capacidade de atuação, o potencial regional e as lideranças.

Por todos esses motivos e possibilidades, a “via de mão dupla” que se cria por meio das parcerias permite que as empresas cheguem mais rápido e com mais assertividade a demandas que antes não poderiam atender sozinhas.

Essa é uma estratégia que traz grandes impactos nos negócios nacionais e, principalmente, regionais. Para as pequenas e médias companhias e para os novos empreendedores, aliar-se a diferentes organizações pode representar um avanço essencial para o ganho de mercado.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta