Concurso Polícia Civil-SP: 5 dicas para mandar bem na prova

Professora de Planejamento Estratégico de Estudos orienta como deve ser a preparação para o concurso com 2.939 vagas da Polícia Civil do Estado de São Paulo

O concurso público para 2.939 vagas na Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC SP), um dos mais aguardados pelos candidatos a cargos da Segurança Pública, está autorizado e os editais devem ser divulgados a qualquer momento. Inclusive, já foi definido que a Fundação Vunesp será a banca organizadora responsável pela seleção.

A expectativa é de que as inscrições possam ser abertas ainda este mês, com grandes chances de as provas serem aplicadas no primeiro trimestre de 2022.

Do total de oportunidades que serão abertas, 1.600 são para escrivão e 900 para investigador, dois dos cargos mais cobiçados da corporação. Ambas as carreiras exigem nível superior em qualquer área e garantem ganhos iniciais de R$4.662 mensais, além da estabilidade no emprego.

Para mandar bem no dia da prova e aumentar as chances de quem quer conquistar uma dessas vagas, a professora Viviane Rocha, que leciona Planejamento Estratégico de Estudos nos cursos preparatórios da Central de Concursos, preparou cinco dicas práticas. Confira!

1. Conheça a banca organizadora do concurso

Um grande diferencial dos candidatos é conhecer bem a organizadora do concurso, no caso, a Fundação Vunesp. E, para conhecê-la bem, nada melhor que a resolução de muitas provas anteriores.

Comparada a outras bancas organizadoras tradicionais como Cebraspe, FCC ou FGV, a forma como a Vunesp aborda os conteúdos em concursos públicos é considerada mais simples. No entanto, suas provas costumam cobrar boa parte do conteúdo exigido no edital, o que exige que os candidatos estudem todos os tópicos dentro de cada disciplina.

2. Conheça as disciplinas e quantidade de questões cobradas na prova objetiva

Uma boa maneira de iniciar a preparação é usar como base o edital do concurso anterior. E, neste caso, como a banca organizadora será a mesma, isso se aplica mais ainda.

No último concurso para escrivão e investigador da Polícia Civil de São Paulo, realizado em 2018, a prova objetiva foi composta por 100 questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório:

• Escrivão de Polícia PC SP
36 questões de Língua Portuguesa; 30 questões de Noções de Direito; 16 questões de Noções de Informática; 18 questões de Noções de Criminologia, Noções de Lógica e Atualidades.

• Investigador de Polícia PC SP
30 questões de Língua Portuguesa; 30 questões de Noções de Direito; 10 questões de Noções de Informática; 10 questões de Noções de Criminologia; 10 questões de Noções de Lógica; e 10 questões de Atualidades.

3. Conheça a segunda etapa do concurso: a prova escrita

É importante treinar e se preparar para a prova escrita, também tendo como base o conteúdo cobrado no edital do último concurso:

• Escrivão de Polícia PC SP
De caráter eliminatório e classificatório, a prova foi constituída por 5 questões dissertativas sobre os conteúdos de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática e Noções de Criminologia.

• Investigador de Polícia PC SP
Também de caráter eliminatório e classificatório, a prova foi composta por 4 questões dissertativas sobre os conteúdos de Noções de Direito e Noções de Criminologia.

4. Organize o seu dia a dia de estudos

Divida os dias, estabeleça uma sequência das disciplinas e horários para estudos e inicie sua preparação. Estude a teoria, faça resumos e revisões, e resolva, diariamente, algumas questões de provas anteriores. Esse conjunto de atividades fará você caminhar a passos largos rumo à tão sonhada aprovação.

Tendo em mente como fará a cada dia, relacione os horários que você dedicará a cada disciplina. Seja coerente e não planeje estudar além dos seus reais limites e períodos disponíveis, caso faça isso, você não cumprirá suas metas diárias de estudo e isso pode causar desmotivação.

5. Como estudar?

Ciente dos conteúdos e de seus conhecimentos previamente adquiridos, procure dedicar mais horas de estudos às disciplinas que requerem maior dedicação e tempo para o processo de absorção.

Nas disciplinas cuja absorção já é relativamente mais fácil, o candidato poderá fazer uso de resumos e questões para a manutenção e revisão dos conteúdos.

No dia a dia, a dica é iniciar os estudos pelas disciplinas que requerem maior concentração e tenham maior dificuldade de compreensão. O fato de estar descansado tornará a tarefa menos difícil.

Além disso, estudar na companhia de materiais didáticos atualizados e a orientação pedagógica de um bom curso preparatório pode fazer toda a diferença.

Serviço – Central de Concursos

A Central de Concursos oferece cursos preparatórios para concursos de diferentes áreas. Além das aulas 100% presenciais, disponíveis nos períodos da manhã, tarde, noite e fins de semana, a Central também oferece cursos online e material didático completo. MAIS INFORMAÇÕES

Sobre a empresa

Com 32 anos de tradição, a Central de Concursos é referência nacional no segmento em que atua: cursos preparatórios para concursos públicos. É a maior empresa do país na divulgação, preparação e treinamento para aqueles que buscam ingressar na carreira pública.

Atualmente, a escola possui cinco unidades espalhadas pelo estado de São Paulo: Metrô República, Paulista, Santo Amaro, Guarulhos e ABC.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta