“Um presente para Ramiro” terá apresentação on-line

“Um presente para Ramiro” terá apresentação on-line

A peça infanto-juvenil “Um presente para Ramiro” terá apresentação on-line hoje dia (12/11), às 15h00, pelo link http://bit.ly/ramiro1211. O espetáculo, da Kavantan projetos e eventos culturais, é gratuito e livre para todos os públicos, mas destinado prioritariamente para faixa etária de 8 a 13 anos.

A realização é da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo, através do ProAC Lei Aldir Blanc, com apoio da Secretaria Municipal da Ação Cultural de Piracicaba (Semac).

Com duração de 50 minutos, a peça tem texto e direção de Valdo Resende e no elenco estão Roberto Arduin (Miguel, o avô), Conrado Sardinha (Ramiro), Isadora Petrin (Valentina, a prima), Neusa de Souza (mãe) e Rogerio Barsan (Fortuna, o cofre). A composição e direção musical é de Flávio Monteiro, o figurino de Márcio Araújo, fotos de João Caldas F° e direção de produção de Sonia Kavantan.

SINOPSE – Um Presente Para Ramiro, apresenta Ramiro, um garoto que, no aniversário de 12 anos, faz uma lista com presentes caríssimos e não aceita ficar sem presentes. Com a ajuda de Fortuna (um cofre em forma de porco falante), Valentina, prima de Ramiro e o vovô Miguel propõe diferentes viagens e brincadeiras através dos sonhos, conhecendo, entre outras coisas, história dos pais de Ramiro. Com muito humor e imaginação, Ramiro aprende que para realizar os desejos é necessário organização e planejamento. A peça apresenta uma problemática muito atual: como lidar com as “privações” de maneira consciente, mudar hábitos, continuar vivendo, crescendo, brincando e sendo feliz e ao mesmo tempo equilibrar seus anseios, motivações e prioridades de consumo. Levando-se em consideração os aspectos da pandemia do COVID-19, pela qual a população brasileira passa a partir de março de 2020, ampliamos aqui o espectro dessas mesmas privações. Como as famílias fazem para administrar as expectativas e anseios das crianças quando precisam todos passar, juntos, por um momento em que o próprio ir e vir está ameaçado? Aquilo que já se tem e o que se pode imaginar, em brincadeiras e jogos, ganham um valor inestimável nesse cenário.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta