O Programa Novas Estradas Vicinais, lançado hoje pelo Governo do Estado, levará maior desenvolvimento ao interior de São Paulo

O desenvolvimento regional do estado contará com recursos para melhoria de mais de 1500 km, beneficiando 161 cidades e 139 estradas vicinais 

O Governador João Doria, o Vice Governador Rodrigo Garcia e os Secretários estaduais de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi e de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, lançaram nesta quarta-feira (05), o Programa Novas Estradas Vicinais, que beneficiará 161 cidades e 139 estradas vicinais em todo o estado. 

“Só nestas fases 1 e 2, haverá investimento de R$ 1,2 bilhão e 1,5 mil quilômetros de novas vicinais aqui no estado de São Paulo. O efeito não é só a recuperação física das vicinais, e sim o que elas representam de fato para a vida dos municípios no campo e na cidade. É uma grande transformação. “Nas quatro fases do projeto serão R$ 2,5 bilhões de investimentos e 3 mil quilômetros de novas estradas vicinais.”, afirmou o Governador João Doria. 

A manutenção e recuperação de estradas vicinais são responsabilidades dos municípios, no entanto, o Estado auxilia as prefeituras e anuncia um amplo programa de melhoria para os municípios manterem suas vicinais. O Governo de São Paulo inicia a contratação das duas primeiras fases do programa Novas Estradas Vicinais, que irá recuperar e modernizar mais de 1.500 kms de estradas. 

O programa prevê obras para recuperação da pista, pavimentação de estradas em terra e melhorias em sinalização e sistema de drenagem. “O Novas Estradas Vicinais é um marco para os municípios, que têm dificuldade de manter quilômetros de estradas importantes para no dia a dia das pessoas e para o desenvolvimento econômico das regiões. Em diálogo com os prefeitos, organizamos este primeiro lote e vamos rapidamente licitar e iniciar as obras”, afirma o Vice-governador Rodrigo Garcia, que planeja para ainda este ano a segunda fase do programa. 

Em todo o Estado, a primeira fase do programa soma 66 vicinais (divididas em 53 lotes de obras) e 76 cidades, totalizando 745 quilômetros e R$ 577 milhões. Já a segunda fase, são 73 estradas (divididos em 58 lotes) e 85 municípios, somando 818 quilômetros de recuperação e R$ 634,5 milhões em investimentos estimados. 

“As vicinais têm papel relevante para a logística do Estado, elas colaboram para o escoamento agrícola e industrial e dão acesso às regiões turísticas. O transporte ganhará agilidade e segurança em todas as regiões, desenvolvendo as economias regionais”, afirmou o Secretário Marco Vinholi. 

Com esta importante iniciativa, o Governo do Estado tira mais uma promessa de campanha do papel. Com investimentos totais que podem superar R$ 1 bilhão, haverá melhoria da qualidade de dezenas de vias que cortam o território paulista, facilitando o escoamento da produção, oferecendo segurança para os viajantes e levando desenvolvimento ao interior. 

A prioridade do programa, que abrange obras para recuperação da pista, pavimentação dos leitos em terra e melhorias em sinalização e sistema de drenagem, será para vias que ligam polos geradores de serviços e rodovias estaduais. A ação foi concebida para compor uma matriz logística rodoviária integrada no estado. 

Para que as obras nas estradas vicinais sejam realizadas, é necessária a formalização de convênios entre o Governo do Estado e as Prefeituras. Após o convênio, o cronograma de contratação das intervenções será programado e monitorado pelo Departamento de Estradas de Rodagens (DER). 

O programa foi desenvolvido pela Secretaria de Governo, conta com a gestão da Secretaria de Logística e Transportes e logística, por meio do DER e a Secretaria de Desenvolvimento Regional faz a interlocução com os municípios. O Novas Estradas Vicinais foi tem o objetivo estratégico de compor uma matriz logística rodoviária integrada no Estado. “Não basta termos as melhores rodovias do país, nossa proposta é melhorar toda a malha estadual”, disse o Secretário João Octaviano. 

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta